Sociedade

Patenteamento marca comemorações do aniversário do Ministério do Interior

Pelo menos 68 efectivos de distintos órgãos do Ministério do Interior (MININT), na província do Cuando Cubango, foram, terça-feira, na cidade de Menongue, promovidos aos graus de oficiais superiores, subalternos, agentes de primeira e segunda classe, durante um acto presidido pelo governador provincial, Júlio Bessa.

24/06/2021  Última atualização 05H50
Vários efectivos do MININT, da Polícia Nacional, Serviços Penitenciários e da Migração e Estrangeiros foram patenteados © Fotografia por: Lourenço Bule | Edições Novembro
No evento, em alusão aos festejos do 42º aniversário do Minint, que decorreu sob o lema "Unidos por uma Angola segura e tranquila”, foram promovidos seis oficiais superiores aos graus de superintendente-chefe, superintendente e intendente, 13 a inspectores-chefes, inspectores e subinspectores, 25 aos graus de primeiro, segundo e terceiros subchefes, bem como dez agentes de primeira e segunda classe.


O delegado do Ministério do Interior e comandante provincial da Polícia Nacional (PN) no Cuando Cubango, comissário José Chinhama "Russo”, disse que este acto é uma forma de recompensa aos esforços e entrega dos efectivos da corporação na manutenção da ordem e tranquilidade da população da província, com realce do município de Menongue, para que o grau de satisfação e de responsabilidade dos mesmos seja maior.


José Chinhama "Russo” apelou aos efectivos promovidos no sentido de primarem pela prontidão e zelo no de-sempenho das suas funções, para garantirem a ordem e segurança pública, conferindo tranquilidade à população.
"A cidade de Menongue concentra o maior número populacional do Cuando Cubango e, fruto do aumento dos níveis de criminalidade e sinistralidade rodoviária, os efectivos da Polícia Nacional devem estar prontos para fazer face a esta situação”, disse.


Crimes registados


O comissário José Chinhama "Russo” disse que, desde Janeiro, a nível do Cuando Cubango, foram registados 1.995 crimes do fórum comum, com o envolvimento de mais de mil autores, dos quais 47 do sexo feminino e 38 menores de idade.


José Chinhama "Russo” disse que foi possível desmantelar 50 grupos de marginais, com o envolvimento de 231 elementos, que praticavam assaltos no interior de residências, instituições públicas e estabelecimentos comerciais.
Explicou que no quadro da sinistralidade rodoviária registaram-se, durante o período referenciado, 297 acidentes de viação, que causaram 25 mortes, 378 feridos e danos materiais avaliados em 37 milhões e 29 mil kwanzas.


Salientou que a nível da investigação criminal foram abertos 1.995 processos-crime, dos quais 1.297 foram esclarecidos, com destaque a 57 por violência doméstica, sendo 33 contra a mulher, 11 contra cidadãos do sexo masculino e dez contra menores de idade, que foram encaminhados e presentes ao Ministério Público.


José Chinhama disse que durante o período em análise foram interpelados 1.730 indivíduos, dos quais 852 namibianos e 169 zambianos, por tentativa de violação das fronteiras terrestres e fluviais da província. 


Disse que a nível dos Serviços de Migração e Estrangeiros (SME) estão controlados 547 cidadãos estrangeiros de diversas nacionalidades.


Foram ainda registados 84 incêndios, que causaram a morte de 35 pessoas e 15 feridos, bem como danos materiais avaliados em 29.606.800 kwanzas. Houve ainda o registo de 15 afogamentos em rios, lagoas e cacimbas, dos quais 13 resultaram em mortes.


O governador do Cuando Cubango, Júlio Bessa, disse que os órgãos do Minint na província têm sido inexcedíveis no desempenho dos seus deveres e obrigações, visto que mesmo sem grandes recursos materiais, técnicos e logísticos têm conseguido dar resposta às missões incumbidas superiormente.


Júlio Bessa disse que graças ao desempenho dos órgãos do Minint, como garantes da ordem e tranquilidade pública, os populares da região têm encontrado paz e sossego ne-cessários, bem como a in-violabilidade das fronteiras da província.


Benguela

Na província de Benguela, prevê-se a promoção de mais de dois mil efectivos do Ministério do Interior.


Terça-feira, no âmbito das comemorações do 42º aniversario do MININT, foram patenteados 53 efectivos de vários órgãos, dos quais 31 da Polícia Nacional, 12 do Serviço de Investigação Criminal (SIC), quatro do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPB), três dos Serviços Prisionais (SP) e três do Serviço de Migração Estrangeira (SME). 


Segundo o comandante provincial da Polícia Nacional, comissário Aristófanes dos Santos, na próxima semana vão ser promovidos efectivos do MININT no município do Lobito.


Aristófanes dos Santos disse que a Polícia Nacional em Benguela tem se empenhado na aplicação da ordem e tranquilidade, apesar de muitos efectivos estarem cerca de 20 anos no mesmo posto.


"Pedimos às igrejas, autoridades tradicionais e associações maior interacção com a polícia, para podermos ter uma Benguela segura e tranquila, que nos possa orgulhar", concluiu o comandante provincial da Polícia Nacional.


  Suicídios na Lunda-Sul 

O delegado provincial da Lunda-Sul do Ministério do Interior (MININT), Mário Luís Miguel, disse, terça-feira, em Saurimo, que o que mais preocupa o sector são os casos de suicídio, que tendem a aumentar.


Falando em alusão ao 42º aniversário do MIMINT, o oficial superior aponta a crença excessiva ao feitiço, frustrações, perturbações mentais, doenças prolongadas, desemprego, questões passionais, abandono familiar, consumo exagerado de bebidas alcoólicas e de substâncias tóxicas como as principais causas.

Para reduzir esta má prática que afecta maioritariamente jovens, o também comissário avançou a realização de sessões contínuas de sensibilização nas famílias, em acções que abranjam múltiplas instituições, a sociedade civil e pessoas singulares.


No domínio da sinistralidade rodoviária, foram registados 385 acidentes de viação, que deixaram 39 mortos, 422 feridos e danos materiais avaliados em cerca de 100 milhões de Kwanzas. As multas ultrapassam os 50 milhões de kwanzas.
As acções de prevenção e combate à criminalidade permitiram o registo de 2.444 crimes, que resultaram na detenção de 143 cidadãos.


Lourenço Bule | Menongue
Hermínio Fontes| Benguela  
e Flávia Massua|Saurimo

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade