Política

Partidos reforçam apelo à tranquilidade

Os partidos políticos UNITA, FNLA e PRS reforçaram, esta segunda-feira, o apelo aos cidadãos a encarar as eleições gerais, previstas para Agosto deste ano, num clima de paz e unidade nacional, com vista a manutenção do Estado Democrático e de Direito.

10/05/2022  Última atualização 06H55
© Fotografia por: DR

Este posicionamento foi reiterado durante o acto de reabertura dos Balcões Únicos de Atendimento ao Público (BUAP), visando atender as reclamações dos cidadãos sobre os seus dados eleitorais.

De acordo com o secretário provincial para Acompanhamento aos Municípios da FNLA, Mateus Cassule, citado pela Angop, a organização tem trabalhado na sensibilização dos militantes para aderirem ao voto e assumir uma postura ordeira e responsável, para que o pleito seja uma verdadeira "festa da democracia”.

Na mesma senda, o secretário provincial para os Assuntos Eleitorais e Parlamentares do PRS, Jacob José, defendeu a mobilização dos diferentes segmentos sociais tendo em vista a realização de eleições livres, justas e transparentes. Corroborou com a mesma ideia o secretário provincial adjunto para os Assuntos Eleitorais e Poder Local da UNITA, Nelson Gomes, que apelou aos cidadãos a recorrer aos BUAP, em caso de irregularidade nos dados eleitorais.

Durante o encontro, o director do Gabinete Provincial dos Registos e Modernização Administrativa, Lando David Pacheco, esclareceu que, nesta altura, de-corre, em Luanda, o levantamento dos dados dos seis BUAP das zonas recônditas dos municípios de Marimba, Cahombo, CambundiCa-tembo e Quirima.

Esclareceu que, a par do registo eleitoral, os BUAP devem prestar, nesta primeira fase de implementação, os serviços de atribuição de cartão do munícipe e de Bilhete de Identidade, estando este último dependente da disponibilização de meios por parte do Ministério da Administração do Território.

Elucidou que o cidadão terá de votar com o cartão de eleitor ou com o Bilhete de Identidade e não com o cartão de munícipe.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política