Política

Partidos devem passar mensagens equilibradas

Arão Martins | Lubango

Jornalista

O presidente da Igreja Evangélica Pentecostal em Angola (IEPA) na Região Sul, reverendo Hilário Maurício Cachindele, defendeu, esta terça-feira, na cidade do Lubango, a importância de os actores políticos primarem por uma linguagem equilibrada, que promova a união, a harmonia e a irmandade, para que as eleições decorram sem sobressaltos.

29/06/2022  Última atualização 09H02
Líder da Igreja Pentecostal Hilário Maurício Cachindele alerta para comportamento cívico © Fotografia por: Arão Martins | Edições Novembro

Hilário Maurício Cachindele reconheceu que, neste período crucial, exige-se responsabilidade de todos os angolanos. "O país vive um momento crucial e de grande importância, onde cada angolano deve se sentir participe do pleito eleitoral que se avizinha”, disse, acrescentando ser importante afastar a  linguagem violenta.

A Igreja tem um papel importante na pacificação dos espíritos e na moralização da sociedade, por isso, tema uma palavra a dizer à sociedade, realçou. O reverendo Maurício Cachindele salientou que os líderes religiosos devem estar preparados para transmitir aos fiéis e membros das suas denominações o essencial que sirva para promover um ambiente saudável durante o período eleitoral.

Reconheceu que os fiéis, na qualidade de cidadãos, vão exercer o direito de voto, "mas não é na igreja onde se deve fazer campanha eleitoral”, esclareceu.

"É preciso evitar entrar em choque, porque depois das eleições a vida vai continuar e o convívio será contínuo. Não é tempo de proferir palavras que incitam a violência”, frisou a entidade religiosa.

O presidente da IEPA reconheceu que o contexto actual é diferente, por isso, os discursos dos concorrentes devem ilustrar programas que visam melhorar a qualidade de vida e promover o bem-estar das populações. Para a Igreja, justificou, o essencial é conviver em paz e em harmonia.

Referiu que as igrejas devem orar para que todos votem com responsabilidade.

"É preciso termos consciência que o período de eleições deve significar festa, uma vez que vai se legitimar os governantes que vão dirigir os destinos do país”, aflorou, tendo lembrado que a Igreja é um lugar Santo. Hilário Maurício Cachindele exortou, igualmente, os actores de partidos concorrentes a absterem-se de discursos que incitam a violência e a descredibilização antecipada do processo eleitoral, de cujo "sucesso dependemos todos nós".

"Os políticos têm que saber que o povo para o qual vão falar conhece a situação, sabe o que quer. Um discurso inflamatório não vai ajudar em nada, porque as pessoas já têm conhecimento do que querem”, salientou.

 

Menongue

O presidente regional da União das Igrejas Evangélicas de Angola (UIEA) no Cuando Cubango, pastor Augusto Job, apelou, ontem, à promoção do exercício de cidadania nas Eleições Gerais de 24 de Agosto próximo.

O pastor Augusto Job disse ser importante que todos os cidadãos eleitores se façam presentes nas assembleias de voto, com vista à escolha do futuro Presidente da República, do Vice-Presidente e dos deputados à Assembleia Nacional.

Segundo o religioso, a União das Igrejas Evangélicas de Angola trabalhou, desde sempre, na sensibilização dos fiéis para irem às urnas muito antes das eleições gerais serem convocadas pelo Presidente da República, João Lourenço, com apelos para a necessidade da actualização dos dados eleitorais.

O presidente regional da UIEA no Cuando Cubango disse ser necessário que todos os angolanos que actualizaram os seus dados eleitorais participem, de forma livre e em consciência no pleito eleitoral, para que decorra dentro de um espírito pacífico e democrático.

Referiu que as igrejas, no seu todo, clamam permanentemente para que o pleito eleitoral decorra num clima de paz e harmonia, na perspectiva da escolha dos futuros dirigentes do país, visando a promoção do desenvolvimento socioeconómico e a promoção do bem-estar da população.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política