Mundo

Partido do Presidente Erdogan quer a repetição das eleições

O Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP) do Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, vai pedir a repetição das eleições locais em Istambul, onde os resultados provisórios indicam a vitória da oposição.

10/04/2019  Última atualização 10H54
DR © Fotografia por: Presidente turco Recep Tayyip Erdogan

“Vamos apresentar um recurso extraordinário (...) vamos dizer que queremos a repetição das eleições em Istambul”, disse Ali Ihsan Yavuz, um dos vice-presidentes do AKP após a Comissão Eleitoral ter rejeitado a proposta do partido, no poder, sobre uma recontagem total dos votos em Istambul.
Os resultados provisórios das eleições locais, que se realizaram no passado dia 31 de Março, indicam que o AKP perdeu em Ancara e Istambul assim como em outras cidades da Turquia.
Em Istambul, segundo os mesmos dados provisórios, o candidato do bloco de oposição terá vencido com 48,79 por cento dos votos, contra 48,25 do candidato do AKP, o ex-Primeiro-Ministro Binali Yildirim.
Istambul e Ancara eram dominadas há 25 anos pelo AKP e por formações islamitas, pelo que esta derrota é um revés forte para Recep Erdogan, que fez uma campanha muito activa para evitar um voto de protesto contra a crise financeira que o país vive.
Desde o princípio do mês, dirigentes do AKP já tinham denunciado “irregularidades”, tendo solicitado a revisão de dezenas de milhar de boletins de voto que foram considerados nulos. Comissão eleitoral turca rejeita recontagem de votos pedida pelo Governo. A Comissão Eleitoral Turca rejeitou hoje o pedido do partido governamental AKP para que seja feita uma recontagem dos votos em Istambul. “A Comissão Eleitoral Turca (YSK) rejeitou o nosso pedido para voltar a contar os votos em Istambul”, escreveu, na conta de Twitter, o vice-presidente do Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), Ali Ihsan Yavuz.
Fontes do partido adiantaram à agência de notícias turca Anadolu que a YSK aceitou apenas voltar a contar os votos em 51 urnas, uma percentagem mínima num município que soma 31 mil urnas, 10,5 milhões de eleitores e 8,8 milhões de votos depositados.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo