Mundo

Partido de Abiy Ahmed vence eleições na Etiópia

O Partido da Prosperidade, do Primeiro-Ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, venceu com maioria dos votos as eleições gerais de 21 de Junho, ao conseguir 410 dos 436 assentos no Parlamento, informou sábado, na capital Addis Abeba em comunicado, a Comissão Nacional Eleitoral, citado ontem, pela AFP.

12/07/2021  Última atualização 07H40
Após duras críticas da comunidade internacional, o PM consegue organizar eleições justas e livres © Fotografia por: DR
As eleições, que foram adiadas duas vezes por causa da pandemia provocada pelo novo coronavírus, não fo-ram, no entanto, realizadas em algumas regiões devido à violência, deixando alguns lugares vagos no Parlamento.


Sábado, a presidente da Comissão Eleitoral, Birtukan Mideksa, reconheceu os desafios, mas afirmou que "o processo de votação garantiu que as pessoas vão ser governadas pelos seus votos”. "Quero confirmar que conseguimos realizar uma eleição credível”, acrescentou. Também para o Primeiro-Ministro Abiy Ahmed, alvo de duras críticas da comunidade internacional nos últimos meses, estas foram "as primeiras eleições livres e justas do país”.


A detenção de figuras da oposição e graves preocupações de segurança em algumas partes do país levaram os EUA a considerar que estas foram umas eleições que "não foram livres e justas para todos”.
O Partido da Prosperidade conseguiu 410 dos 436 lugares no Parlamento. Um quinto dos lugares no órgão permanecem vagos em re-sultado do adiamento da votação em três das 10 regiões do país.


Oposição fragmentada


De acordo com os resultados, a oposição conseguiu apenas 11 lugares no Parlamento. Berhanu Nega, líder do principal partido da oposição Ezema, diz que o seu partido apresentou mais de 200 queixas ao órgão eleitoral por causa da votação.
A Etiópia, o segundo maior país de África, tem mais de 37 milhões de eleitores recenseados. E segundo a Comissão Eleitoral, a afluência às urnas nestas eleições foi superior a 90 por cento.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo