Política

Parlamento defende igualdade de direitos dos deputados na imprensa

Todos os deputados “têm igualdade de direito” no acesso aos órgãos de comunicação social, devendo os jornalistas abster-se de "fazer juízos de valor em relação à acção destes”, defendeu hoje secretário-geral do Assembleia Nacional.

06/10/2021  Última atualização 19H20
© Fotografia por: DR

Agostinho de Neri, que falava na abertura de um encontro metodológico dirigido aos jornalistas, disse que o Parlamento "é uma casa, por natureza, de diferenças, onde a democracia é exercida, onde o respeito pela diferença é imprescindível”.

"E aí deve-se saber respeitar e colocar em pé de igualdade todos os intervenientes directos desta casa. Quer dizer que todos os deputados eleitos têm igualdade de direito perante os órgãos de comunicação social e aí encerra a necessidade de nenhum de nós tirar partido no exercício da nossa actividade, não fazer juízos de valor em relação à acção dos deputados”, afirmou o parlamentar.

No entender de Agostinho de Neri, a igualdade de tratamento dos deputados a nível dos órgãos de informação concorre para se evitar leituras diferentes em relação aos deputados: "Nós temos sido muitas vezes questionados por que demos primazia a um em detrimento de outro”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política