Economia

Parceria BP e Eni cria nova petrolífera

Hélder Jeremias

Jornalista

As empresas petrolíferas BP e a Eni devem, até ao final deste ano, formalizar a criação de uma “Joint Venture” (acordo comercial) vocacionada na identificação, localização e exploração de campos petrolíferos em Angola, a partir de 2022.

22/10/2021  Última atualização 10H25
© Fotografia por: DR
O processo que levará à assinatura de um memorando de entendimento não vinculativo de união da carteira de negócios está já em curso.

Segundo o vice presidente Executivo para a Área de Operações e Produção do Grupo BP, Gordon Barrel, "a perspectiva é de finalizar o acordo ainda no final do presente ano, ao passo que as operações devem arrancar em 2022”.

Com participações de 50 por cento cada, as multinacionais inglesa e italiana conceberam a estratégia como antecâmara para o desenvolvimento de um plano de negócios que viabilize a geração de novas oportunidades de exploração, a expansão de projectos energéticos, não só em Angola, mas em toda a região Austral do Continente Africano.

Durante a audiência concedida pelo ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, o representante da BP aproveitou para apresentar a diversidade de investimentos da multinacional inglesa no país a ilustrar as vantagens da parceria, em conformidade com as reformas implementadas pelo executivo no sector petrolífero.

"As negociações estão a decorrer de forma célere, com perspectiva de conclusão ainda no decorrer do ano em cursos. Tão logo, o processo seja concluído, iremos cumprir com todas as formalidades”, afirmou.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia