Mundo

Parceiros apoiam eleições presidenciais em São Tomé e Príncipe

Portugal, Japão, China e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento já disponibilizaram apoio financeiro às eleições de 18 de Julho em São Tomé e Príncipe, indicou, ontem, fonte da Comissão Eleitoral Nacional (CEN).

12/06/2021  Última atualização 10H05
São-tomenses vão a votos no próximo dia 18 de Julho © Fotografia por: DR
"Estamos a organizar toda logística, todo o material com apoio dos parceiros que são o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), Portugal, Japão, China e outros que nos apoiam nesse processo”, disse o presidente da CEN, Fernando Maquengo.
O responsável da CEN salientou entre essas ajudas "o apoio considerável do Japão”, no âmbito do processo de recenseamento eleitoral sem, no entanto, avançar o montante.

A CEN precisa de dois milhões de dólares para realizar todo o processo eleitoral, incluindo uma eventual segunda volta.
"Com Portugal já temos garantia de fornecimento dos ‘kits’ eleitorais, incluindo os boletins de voto”, afirmou Maquengo, no final de um encontro com o Primeiro-Ministro, Jorge Bom Jesus, para "fazer o balanço” da organização das eleições presidenciais marcadas para 18 de Julho próximo.

"Vamos trabalhando juntamente com o Governo no sentido de vermos se fechamos toda a logística necessária para o dia da votação”, explicou.
Ontem arrancou uma formação com os militares e agentes da Polícia que vão assegurar a realização das eleições.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo