Desporto

Palancas Negras começam preparação no Morro Bento

António Cristóvão

Jornalista

Os Palancas Negras concentram-se, hoje, às 19h00, no Hotel Victória Garden, em Luanda, para o início dos trabalhos de preparação, amanhã à tarde, na Academia de Futebol Clube de Angola (AFCA), no Morro Bento, visando o jogo diante das Feras do Baixo Oubangui da República Centro Africana (RCA).

22/05/2022  Última atualização 13H40
Selecção Nacional começa a preparação para os dois primeiros desafios da campanha © Fotografia por: DR

Esta partida foi agendada para 1 de Junho, às 17h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda, e é referente à primeira jornada do Grupo E das eliminatórias de apuramento para a fase final da 34ª edição da Taça de África das Nações (CAN), a ter lugar de 23 de Junho a 23 de Julho de 2023, na Côte d'Ivoire. 

Este treino vai ser inteiramente virado para a recuperação e manutenção da condição física dos jogadores. Na terça-feira, às 17h00, os Palancas Negras voltam a trabalhar, no mesmo recinto desportivo, os aspectos técnicos e tácticos, sem desprimor para a condição física. 

Nesta preparação, que se realiza, às 17h00, no Morro Bento, o técnico Pedro Gonçalves deve contar apenas com os atletas do Petro de Luanda, os laterais Tô Carneiro e Eddie Afonso, o defesa central Quinito, o meio-campista Megue e o avançado Yano.

Além destes futebolistas, a equipa técnica, também, vai contar já com a presença de Kadu (UD Oliveirense), Maestro (CF Estrela), Beni e Capita, ambos do CD Trofense.

Kadu e Maestro desembarcaram, ontem à noite, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro. Já os futebolistas do Trofense estão na capital do país  desde sexta-feira passada.

Os atletas do Sagrada Esperança, Kialonda Gaspar e Victoriano, Mário Balbúrdia e Zine Salvador (1º de Agosto), Danilson e Julinho (Interclube) juntam-se, ao grupo na próxima quinta-feira à noite, após a disputa da 30ª jornada do Girabola. 

Para o desafio diante das Feras do Baixo Oubangui, o seleccionador nacional vai trabalhar com o grupo completo apenas no próximo dia 28 do corrente.

Na próxima semana, são aguardados os guarda-redes Hugo Marques e Ricardo Baptista, os defesas Jonathan Buatu e   Gigli Ndefe, os médios Fredy, Batxi, Show  e Estrela, os avançados  Hélder Costa, Ary Papel, Nelson Luz, Zito Luvumbo e Gelson Dala.

Depois da partida diante das Feras do Baixo Oubangui, no dia seguinte, a Selecção Nacional começa a preparar o jogo contra os Zebus de Madagáscar, no dia 6 de Junho, no Estádio Municipal de Mahamasina, na cidade de Antananarivo, referente à segunda jornada.

Para a capital do Madagáscar, os Palancas Negras devem embarcar, via Joanesburgo, no dia 3 ou 4 de Junho, de acordo uma fonte  do Gabinete Técnico das Selecções Nacionais. 

Silvestre "Pelé” acredita na qualificação

O treinador da Académica do Lobito, José Silvestre "Pelé”, disse, ontem, ao Jornal de Angola, que os Palancas Negras têm hipótese de se apurarem para a fase final da 34ª edição da Taça de África das Nações (CAN), no próximo ano, na Côte d'Ivoire.

"Estamos numa boa série, onde temos  possibilidades de nos qualificarmos. Angola tem de vencer todos os jogos em casa, se quisermos nos qualificarmos. É uma tarefa árdua”, destacou o ex-técnico dos Palanquinhas.

Para o técnico Pelé, o fundamental será vencer todos os jogos em Luanda, com o propósito de conseguir o apuramento para a fase final do CAN.

"O importante é não perder nenhum jogo em casa, porque o Estádio Nacional 11 de Novembro tem de ser um verdadeiro bastião para os Palancas Negras, onde nenhum adversário deve ganhar pontos”, realçou o treinador.

Questionado sobre os adversários da Selecção Nacional de Honras, o técnico da Académica do Lobito admitiu que é uma série equilibrada com boas selecções e jogadores bastante experientes. 

"Apesar de ser um grupo sensível, tem selecções muito fortes. Sabemos que o Madagáscar tem atletas que jogam fora do país e, também, reconhecemos o potencial do Ghana, mas não desobriga de vencermos estas selecções”, sublinhou o técnico.

Apelou para uma melhor organização administrativa do Gabinete Técnico das Selecções Nacionais, para a criação de todas as condições com o intuito de proporcionar um excelente ambiente de trabalho.

Os Palancas Negras estão no Grupo E, ao lado dos Black Stars do Ghana, Zebus do Madagáscar e Feras do Baixo Oubangui da República Centro Africana (RCA).


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto