Cultura

Palácio do Governo elevado a Património Cultural

Manuel Albano

Jornalista

O descerramento da placa de identificação, pelo Presidente da República, João Lourenço, e classificação do Palácio do Governo, na Cidade Alta, em Luanda, pelo Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, como Património Cultural Nacional, hoje, às 10h00, marca o ponto alto das celebrações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se assinala hoje.

18/04/2022  Última atualização 09H25
© Fotografia por: DR

No programa de actividades da efeméride, consta para amanhã, às 10h00, no Memorial Dr. António Agostinho Neto, a realização de uma mesa-redonda subordinada ao tema "A Preservação do Património Cultural e Natural em Angola”, com a participação dos representantes do Instituto Nacional do Património Cultural (INPC), Emanuel Caboco, do Instituto Nacional da Biodiversidade e Conservação (INBC), Nascimento António, e da Direcção Nacional da Acção Cultural, Ivone Sumbo.

O ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Filipe Zau, vai fazer a abertura do debate. No final da mesa-redonda, está prevista, à entrada do Memorial, a realização de uma visita guiada à exposição sobre as várias transformações da cidade de Luanda.

No período da tarde, a partir das 15h00, está prevista a inauguração da terceira edição da mostra "Traços de Luanda”, na qual estarão representados 30 edifícios emblemáticos da cidade, pintados pelos artistas plásticos Jalder  "O Antagônico”, Milennium Artes, Melquisedeque, Ibrahim Carlos, Zola Daniel, Danilson Joaquim, Magina Starsky e Noriel Vaz.

Para esta edição, estará igualmente patente um conjunto de 46 fotografias de distintos lugares de Luanda, captadas pelas lentes dos fotógrafos Nelson do Nascimento, Raul Silva, Kennedy Flautas Negras e Neana Sabu, acompanhadas com 46 textos dos escritores José Luís Mendonça, Fátima Fernandes, Luís Fernando, Cíntia Gonçalves, Lopes Baptista, Bel Neto, João Papelo, Irene A'mosi, Astronauta, Mira Clock e António Paciência. A mostra terá, igualmente, quatro edifícios exibidos em realidade virtual, cinema, tertúlias, recital de poesia e pocket shows.

Na quinta-feira, o programa prevê a realização de uma mesa redonda com o tema "A Rebita (Património Cultural Imaterial), que vai decorrer no Nacional Cine - Teatro, em Luanda. Fazem parte do painel, o pesquisador Roldão Ferreira, o músico Dionísio Rocha e o Mestre Machado, com a moderação de Cláudio Patrício.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura