Política

País reafirma compromisso de promover paz em África

Sita José, coordenador nacional da II Bienal de Luanda - Fórum Pan-Africano para a Cultura de Paz em África, reafirmou o compromisso de Angola em contribuir para a promoção de uma cultura de paz no continente africano.

13/06/2021  Última atualização 05H10
Segundo Sita José, acolher a Bienal é, para Angola, um contributo para a promoção da Paz © Fotografia por: DR
Em entrevista à Angop, sobre o evento, a decorrer de 4 a 8 de Outubro, em Luanda, Sita José afirmou que Angola demonstra a disponibilidade de ajudar a alcançar os objectivos traçados pelos líderes africanos no tocante à pacificação do continente africano.

Sita José frisou que o objectivo da Bienal é fortalecer o Movimento Pan-Africano para a Cultura da Paz e não Violência.
"A nossa base é o compromisso de parceria que deve ser assumido por múltiplos actores, como governos, sociedade civil, artistas, desportistas, agentes do sector privado, as comunidades científicas e organizações não governamentais, entre outros”, reforçou o diplomata.

Para Sita José, acolher a segunda edição da Bienal representa, para Angola, um compromisso forte na procura de uma paz duradoura para África, que sirva de suporte para o desenvolvimento económico e social e o bem-estar das populações africanas.


A Bienal de Luanda é uma acção conjunta entre a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), União Africana e o Governo angolano,que estão envolvidos na implementação do "Plano de Acção para a Cultura de Paz em África”.
O Congo e a República Democrática do Congo (RDC) confirmaram, na terça-feira, a participação, ao mais alto nível, na II Bienal de Luanda.


O Presidente João Lourenço convidou os homólogos do Congo, Denis Sassou Nguesso, e da RDC, Felix Tshisekedi, a participarem no evento. As mensagens nas quais constam os convites, foram entregues pela ministra de Estado para Área Social, Carolina Cerqueira.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política