Política

P-NJANGO quer colocar 30 deputados no Parlamento

Guimarães Silva | Bengo

Em caso de vitória no pleito eleitoral de 24 de Agosto, o P-NJANGO, partido liderado por Dinho Chingunji, trabalha com o objectivo de colocar, no mínimo, 30 deputados na Assembleia Nacional, afirmou, este domingo, em Caxito, província do Bengo, o segundo vice-presidente.

15/08/2022  Última atualização 08H27
© Fotografia por: DR
Abreu Kussumua, que falava no acto de massas, realizado no bairro da Mifuma, adiantou que  as linhas de força do partido para relançar o país, baseiam-se em 12 eixos, com destaque para a agricultura, alimentação, habitação, saúde e educação de qualidade.

Segundo Abreu Kussumua, o partido, que pretende oferecer uma nação justa, com liberdade, igualdade e segurança, vai, no sector da agricultura, "reformar a Lei de Terras e facilitar a agricultura familiar e mecanizada, fortalecer a massificação da produção agropecuária e criar uma rede de distribuição, além de melhorar o acesso ao campo”.

O eixo agrícola, de acordo com Abreu Kussumua, o P-NJANGO compromete-se, ainda, em desenvolver a indústria de insumos, instalar mini-hídricas, priorizar a construção de diques e canais, para irrigação em zonas áridas.

A Saúde constitui o segundo eixo das prioridades definidas pelo partido de Dinho Chingunji, onde a erradicação do paludismo é "pedra de toque”, seguido do tratamento de resíduos sólidos, melhoria do saneamento básico, redução da mortalidade infantil e combate ao HIV.

A lista de prioridades do P-NJANGO, em caso de vitória nas próximas Eleições Gerais, inclui, também, a construção de  hospitais centrais, provinciais, municipais e centros comunais, devidamente apetrechados com equipamentos de ponta.

"A educação de qualidade é outra das nossas prioridades. Vamos investir no ensino superior técnico profissional,  criar  um observatório nacional de artes e música, focarmo-nos mais na investigação científica, criar uma rede de bibliotecas e garantir um ensino básico fundamental para todos”, afiançou.

Abreu Kussumua acrescentou que o seu partido vai apostar, também, na construção, em todo o país, de mais habitações sociais, estimular a rede de cooperativas habitacionais, melhorar o acesso ao Crédito Jovem Habitacional, assim como incentivar o alargamento das cidades universitárias.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política