Política

P-NJANGO doa sangue ao hospital de Mbanza Kongo

Kayila Silvina | Mbanza Kongo

Jornalista

Uma doação de sangue realizada, na cidade de Mbanza Kongo, província do Zaire, pelos militantes do Partido Nacionalista para Justiça em Angola (P-NJANGO), reforçou, com 30 bolsas de 500 mililitros cada, o stock da hemoterapia do Hospital Municipal local.

10/08/2022  Última atualização 08H55
Partido Nacionalista para Justiça em Angola © Fotografia por: DR

O gesto, enquadrado na campanha eleitoral em curso no país, contou segunda-feira com a participação de 30 militantes do P-NJANGO na província do Zaire.

O representante provincial do partido no Zaire, Pedro Mputuilo Júnior, disse que o objectivo da doação é o de ajudar a maior unidade sanitária do município de Mbanza Kongo a reduzir o índice de mortalidade por falta de sangue na periferia.

"Além da campanha de caça ao voto e mobilização porta a porta, o partido P-NJANGO preocupou-se em ajudar a unidade sanitária, tendo em conta a carência de sangue registada em todas as unidades a nível do país, situação que obriga os familiares com doentes internados a doar sangue”, disse Pedro Júnior.

O dador João Baptista Chaves, de 28 anos de idade, militante do P-NJANGO, frisou que doar sangue para salvar doentes que venham a necessitar de uma transfusão demonstra para um acto humanitário.

"Fazer parte do grupo de jovens organizados para doar sangue, a fim de salvar mais vidas, constitui uma satisfação, porque nunca se sabe quando nós vamos necessitar também. Este acto permite, também, ao dador saber o seu estado serológico. Esta é a outra importância de doar uma parte de nós”, referiu.

Sebastião Manuel, outro militante do P-NJANGO que também participou na campanha de doação de sangue, disse que o gesto vai ajudar a salvar mais vidas de pessoas que estão a necessitar, apelando outras organizações a seguirem o mesmo exemplo.

O administrador do Hospital Municipal de Mbanza Kongo congratulou-se com o gesto dos jovens do P-NJANGO. Manuel Toneca reconheceu que a doação vai minimizar a escassez de sangue naquele estabelecimento hospitalar.

"A ajuda chegou no momento certo, visto que, diariamente, o hospital regista carência de sangue”, realçou Manuel Toneca, sublinhando que a oferta do P-NJANGO reforçou o stock da hemoterapia do hospital que é de 100 bolsas de sangue para atender às áreas do Banco de Urgência, Pediatria, Medicina e a Maternidade.

Diariamente, o Hospital Municipal de Mbanza Kongo efectua uma média de 50 transfusões de sangue, por consequência de malária complicada, associada à anemia severa que necessita daquele líquido.

Com efeito, Manuel Toneca apelou às igrejas, organizações juvenis e à sociedade em geral no sentido de seguirem o exemplo dos jovens do P-NJANGO.

A campanha de doação de sangue do P-NJANGO foi antecedida de uma marcha que partiu da sede provincial do partido, no bairro Sagrada Esperança, e terminou junto à praça das 15 Casas, no bairro 11 de Novembro.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política