Sociedade

Operação Transparência vira atenções para Longonjo

A reserva mineral do município do Longonjo, na província do Huambo, com 23 biliões de toneladas de minério bruto, denominada “terras raras”, vai merecer especial atenção da Operação Transparência.

08/05/2019  Última atualização 08H18
Contreiras Pipa| Edições Novembro © Fotografia por: Comissário António Bernardo

A informação foi dada ontem pelo porta-voz da operação, comissário António Bernardo, no final de uma reunião operativa do Comando Avançado da Operação Transparência, no Huambo.
Explicou que o Estado vai criar os pressupostos necessários para garantir a segurança deste mineral, lembrando que o objectivo da Operação Transparência, em curso desde 25 de Setembro de 2018, é combater o tráfico de minerais estratégicos e a migração ilegal. O comissário António Bernardo disse que a reserva mineral do Longonjo tem incidência capital no desenvolvimento económico do país.
O comissário da Polícia Nacional anunciou, para o próximo dia 25, a realização, na província do Huambo, da reunião do Sistema de Segurança Nacional, com a presença de membros do Cuanza-Sul, Bié e Benguela, para analisar os pressupostos necessários de garantia a segurança da riqueza do país.
Lembrou que a operação visa, sobretudo, acabar com a exploração e comércio ilícito de minerais estratégicos e a migração ilegal.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade