Economia

OPEP mantém previsão de um aumento do consumo de crude em 2023

JA Online

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) reiterou, esta quinta-feira, na previsão de um aumento de 2,7% do crude em 2023, graças a "um crescimento económico mundial saudável" e à melhoria da contenção da pandemia na China.

11/08/2022  Última atualização 16H41
© Fotografia por: DR | Arquivo

No seu relatório mensal sobre o mercado de crude, a OPEP prevê que em 2023 a procura de petróleo chegue a 102,72 milhões de barris diários, com fortes aumentos na China, Rússia e Índia e mais moderados nos países ricos do Ocidente.

Para este ano, a organização baixou ligeiramente as previsões de consumo para 100,3 milhões de barris por dia.

Esta revisão em baixa, de apenas 26.000 barris diários, deve-se à expectativa de um ressurgimento das restrições relacionadas com a pandemia de covid-19 na segunda metade do ano e "às actuais incertezas geopolíticas".

"Em 2023, a expectativa de um crescimento económico mundial saudável e as melhorias previstas na contenção da covid-19 na China devem impulsionar o consumo de petróleo", indicou a OPEP no relatório citado pela Lusa.

A procura na China e na Índia deverá crescer 4,8% e 4,6% respectivamente.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia