Política

OMA reforça estratégia de combate ao analfabetismo

Yara Simão

Jornalista

A Organização da Mulher Angolana (OMA) convidou esta segunda-feira (19), em Luanda, as mulheres, homens, jovens e crianças a participarem activamente nos programas de alfabetização, garantindo todos os materiais didácticos a custo zero.

19/07/2021  Última atualização 15H25
© Fotografia por: Alberto Pedro

"Em função das várias reclamações e a pedido das mulheres em Viana o administrador municipal comprometeu-se em melhorar as condições dos espaços onde as mulheres vão estudar”, disse Joana Tomás.

A líder da OMA que falava durante uma jornada de trabalho para constatar o funcionamento dos órgãos de base da organização, em Luanda, avançou que "ainda esta semana os técnicos vão fazer o levantamento das necessidades de modo a acomodar melhor os munícipes”.

Joana Tomás garantiu que vai levar as preocupações ao Executivo no sentido de se prestar uma maior atenção neste domínio. "É importante que todas as mulheres, homens, jovens e crianças em idade escolar participem das aulas", concluiu.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política