Economia

OGE/2022 anima empresas e parceiros

O presidente do Conselho de Administração e promotor do Grupo Boa-Vida, Tomasz Dowbor, afirmou, terça-feira (16), em Luanda, que o Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2022 traz esperança às famílias, às empresas e aos parceiros internacionais.

17/11/2021  Última atualização 09H27
© Fotografia por: DR
Conforme afirmou, no II Fórum de Apoio à Reconversão da Economia, organizado pelo Grupo Boa-Vida, a perspectiva de crescimento económico é um dos fundamentos, assim como é também o facto de o preço de 59 dólares como referência do barril de petróleo que cria uma almofada ao país, isso rapidamente pode traduzir-se em melhorias sociais.

De acordo com Tomasz Dowbor, em 2022, o Governo assume uma visão menos restritiva e consequentemente mais voltada para a valorização da produção. Como exemplo, citou o facto de "se num dado cenário, ao invés de uma, estiverem três ou quatro senhoras a vender tomate, o preço, seguramente, será influenciado para baixo".

Para o promotor imobiliário, o sector em que actua deverá sair a ganhar, muito por conta da existência de maiores obras e projectos de investimento público.

Foram também prelectores do Fórum José Severino, da Associação Industrial de Angola (AIA), o técnico do sector do petróleo e gás, Luís Lago, e o arquitecto Ilídio Dáio. Este último falou sobre o impacto do OGE na habitação e no emprego.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia