Cultura

Obras de Paulo Amaral na galeria Tamar Golan

“100 Kijila” é a denominação da nova exposição individual de arte, de Paulo Amaral, patente até o dia 27 deste mês, na galeria de arte contemporânea, da Fundação Arte e Cultura, da Tamar Golan, na Ilha de Luanda.

11/05/2022  Última atualização 09H10
Artista usa a pintura para explorar estado de espírito © Fotografia por: DR

Na exposição, o artista traz trabalhos que realçam o estado de espírito, enquanto criador, com a paz interior permanente como foco. Para o artista, "100 Kigila”, gíria nacional que significa "sem problemas”, é uma forma de partilhar com o público uma boa energia.

A ideia, esclareceu, é levar o público a libertar-se, espiritualmente, das más energias, através das artes e da capacidade destas de recriar a visão de quem a aprecia. "As expressões artísticas e culturais tornam a mente mais aberta e descontraída”, defendeu o artista.

Autodidacta, Paulo Amaral trabalhou como desenhador de projectos de arquitectura, foi militar e teve uma passagem pela música, actuando numa banda de jazz. Porém, teve sempre uma ligação forte com as artes plásticas, cuja carreira iniciou em 1988, com a exposição "Cores e Tons”. Desde então já participou em 38 exposições.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura