Cultura

Obra de António Quino será objecto de estudo

Mário Cohen

Jornalista

“República do Vírus”, obra literária de António Quino, será objecto de estudo, hoje, às 17h00, na sede da União dos Escritores Angolanos (UEA), em Luanda, na habitual “Maka à Quarta-feira”.

16/11/2022  Última atualização 14H50
Escritor António Quino, autor do livro “República do Vírus” © Fotografia por: Edições Novembro

O debate de hoje, na UEA, terá como tema "Análise das Estratégias para o Domínio do Campo do Poder na Obra República do Vírus”, com o mestre em Literatura, António Januário Kutema, como orador.

Quanto à questão do campo do poder, António Januário Katema, disse, ontem, ao Jornal de Angola, que na maka fundamentar-se-á na definição apresentada por Pierre Bourdieu, pois, o campo de poder é o espaço de relações de forças entre diferentes tipos de capitais para poderem dominar o campo correspondente, cujas lutas intensificam-se sempre que o valor relativo dos diferentes tipos de capitais for posto em questão.

O docente universitário explicou que é na República Unida da Mulumba e no PIM-PAM-PUM que se analisará a relação de forças para dominar a sede  do poder político. "Propomo-nos em analisar as estratégias dos diferentes grupos que compõe o campo do poder na obra ‘República do Vírus’ que o grupo dominante do PIM-PAM-PUM giza para manter-se no poder”.

Inicialmente, disse, far-se-á a identificação dos agentes do campo do poder e como se dão as lutas dentro do campo e, posteriormente, focar-nos-emos, essencialmente, nas estratégias usadas por Zuão Xipululu para ascender e manter-se no grupo que domina o campo do poder.

A análise do comportamento de Zuão Xipululu, segundo a teoria de habitus, de Pierre Bourdieu, afirma, permite estabelecer três momentos distintos, mormente: antes de ter o poder, quando dispõe do poder (apelidado de Intocável) e quando é afastado. "Analisaremos, de igual modo, as estratégias de Zuão Xipululu para manter o controlo do grupo para ficar num grupo restrito que detém o controlo do grupo que detém o controlo do poder político, que é o partido PIM-PAM-PUM”.

O livro "República do Vírus” de António Quino, foi lançado em 2015, no Centro Cultural Português - Instituto Camões, em Luanda.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura