Política

“O sucesso está em acreditar no país”

João Lourenço visitou ontem, em Luanda, as instalações da empresa Afriperfil, onde foi recebido pelo administrador e sócio maioritário Fernando Ferreirinha.

19/12/2019  Última atualização 11H20
Santos Pedro | Edições Novembro © Fotografia por: Administrador da Afriperfil apresentou as capacidades da fábrica ao Presidente da República

O grupo está em Angola, para ficar, desde 2007. Porque “o sucesso está em acreditar no país”, defende o gestor português. 

Fernando Ferreirinha defende a economia angolana e não tem receio do futuro.
O gestor explica que os fundamentos para esta crença estão na dinâmica própria de um país novo e na possibilidade de ganhar mais dinheiro do que noutras latitudes - as economias de maior risco são também aquelas onde as margens de lucro são maiores.
“Os nossos concorrentes preferiram vender tudo, as instalações, a maquinaria e depois pegaram no dinheiro que tinham em Angola e foram-se embora. Nós passámos os últimos anos a investir localmente: compramos mais ferro, novas máquinas, contratámos mais pessoas e ampliámos as instalações”, explicou o administrador da Afriperfil, que começou com um investimento de 1,5 milhões de dólares.
A visita do Presidente da República à Afriperfil começou a ser pensada durante a Expo-Indústria, que aconteceu em Outubro, em Luanda, quando a empresa colocou na sua área de exposição uma ponte em ferro com uma pergunta simples: porquê importar quando podemos fazer localmente?
“Estamos a importar produtos que são desnecessários quando, ao mesmo tempo, todos os dias recebo jovens à procura de emprego. São milhares e milhares de pessoas sem ocupação”, lembrou Fernando Ferreirinha.
Ao longo dos anos, a Afriperfil foi responsável pela construção de mais de 2 milhões de metros quadrados de pavilhões para armazenagem de produtos e instalação de empresas. Neste momento emprega 50 trabalhadores directos e 30 indirectos.
O administrador da empresa confessa mesmo que os lucros obtidos no país foram todos reinvestidos e que praticamente não transferiu rendimentos para outras jurisdições. Neste momento prepara a abertura de um restaurante (nas imediações da fábrica), ao mesmo tempo que continua a investir em terrenos para expandir a actividade empresarial.
“O sonho final é que os meus dois filhos consigam permanecer neste caminho. No futuro espero ter uma vida tranquila e sorridente. E desejo que os meus filhos olhem para Angola da mesma forma”, confessou Fernando Ferreirinha.
João Lourenço visitou a Afriperfil com uma vasta equipa ministerial, depois de ter passado pela empresa ACAIL.
Situada no Pólo Industrial do Kikuxi, em Viana, a Afriperfil dedica-se à produção de perfis metálicos para a edificação de pavilhões, pontes, armazéns e edifícios.
Edificada numa área de quatro mil metros quadrados, a fábrica tem capacidade para produzir mensalmente mais de 170 toneladas de equipamentos.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política