Opinião

O secretário-geral da ONU e o combate à Covid-19

Não há dúvida de que, em face dos desafios que o mundo tem de enfrentar actualmente,em vários domínios, o Secretário-geral da ONU é hoje uma personalidade incontornável, no sentido de que ele pode desempenhar um papel importante, ao nível das relações internacionais, promovendo a cooperação entre os Estados, na perspectiva da preservação da paz e segurança mundiais e da resolução de outros grandes problemas globais, como as mudanças climáticas e a pandemia da Covid-19.

21/06/2021  Última atualização 04H25
António Guterres, Secretário-geral da ONU, foi reeleito para um segundo mandato à frente das Nações Unidas, sendo conhecidas as suas posições a favor da protecção efectiva de milhões de seres humanos que ainda vivem em situações que põem em perigo as suas vidas.


Nos últimos tempos, foram notáveis e notórias as suas posições em relação à distribuição de vacinas contra a Covid-19, defendendo de forma permanente uma justa repartição dos fármacos por todos os continentes, com prioridade para os Estados do Globo com poucos recursos financeiros para produzi-los.

 O combate à pandemia da Covid-19 esteve no centro da agenda do Secretário -geral da ONU, que não se cansava de dizer com palavras simples (dirigidas especialmente aos países mais ricos e com capacidade para produzir vacinas) o que era preciso fazer em termos de distribuição dos fármacos anti-pandemia, para salvar milhões de vidas humanas.

 A sua persistência nos apelos aos países mais industrializados e que estavam a produzir milhões de doses de vacinas para que aderissem ao mecanismo de distribuição do fármaco a vários países do mundo, nomeadamente a Estados de baixo e médio rendimento terá suscitado a atenção de vários líderes mundiais,que viam nele um homem que não desistia das suas posições, em prol do bem-estar da humanidade.


Defensor do multilateralismo, António Guterres é uma pessoa conhecida pela defesa dos esforços de todos os Estados no sentido de se conseguir resolver, o mais rapidamente possível, o problema da pandemia da Covid-19.

Com a sua reeleição, o mundo tem esperança de que António Guterres continuará a estar à altura do complexo processo de combate à pandemia da Covid-19, no interesse de todos os povos do Globo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Opinião