Classificados

O Projecto Unitel Cabo Submarino Norte, aterragem bem sucedida em Angola

A Unitel anunciou que completou o desembarque marítimo do Cabo Unitel North Submarino (UNSC) com ligações directas da terra para o provincia mais a norte Cabinda, e com isso alcançou um importante passo em direcção ao futuro digital para a indústria das telecomunicações e para a sociedade angolana.

15/06/2022  Última atualização 10H20
© Fotografia por: CEDIDA

A província de Cabinda é uma importante província económica e tem um porto marítimo com uma localização geográfica especial, a comunicação com os outros países tem estado dependente de uma solução micro-ondas situação que será agora ultrapassada, com a chegada do cabo Submarino da Unitel quef ornecerá aos residentes e empresas locais, uma rede de base submarina com grande capacidade, baixo atraso e alta fiabilidade.

Além disso, o Cabo submarino da Unitel fornecerára ramais ao longo da rota, para conexões com plataformas de petróleo e gás para atender às necessidades das companhias petrolíferas com contacto em tempo real com plataformas offshore e gestão remota automatizada, aumentando a eficiência da produção das companhias petrolíferas.

O Cabo Submarino de Fibra da Unitel tem cerca de 1145 km de comprimento e uma capacidade de concepção de 93,4Tbit/s. Para assegurar ligações de rede de alta fiabilidade nas águas turbulentas do estuário do rio Congo, o sistema adopta uma concepção protegida de 1+1. Um segmento repetido ligará Cacongo e N'zeto; enquanto que um segmento não repetido ligará Cabinda e Soyo, ambas cidades de grande relevância na producão de petróleo de Angola.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login