Opinião

O Céu, a Terra e o Inferno

Agora estou numa de espiritualidade, fé e coisas do género. No entanto, e para que dúvidas não hajam, sou o primeiro a levantar a mão e dizer que com coisas destas não se brinca. Peço, por isso, que não me levem a mal, sobretudo aqueles que se acham mais na simpatia do Senhor do que os outros.

21/11/2021  Última atualização 09H05
Quando era canuco, tinha um tremendo medo do inferno porque mal cometesse a mais inocente das travessuras, lá vinha um adulto me aterrorizar com um daquele sapelos... "Olha isso é pecado, será que queres ir para o inferno?  Na tua conta, vais ficar a arder no fogo para sempre. Ou pensas que Deus não estás te ver? Deus vê tudo e até sabe os nossos pensamentos, sabias?”

Ficava todo arrepiado só de pensar no fogo do inferno, mas ainda assim, de quando em vez roubavam  bocado de açúcar que misturava com leite que um dos meus kambas roubava também na casa dele. Nos lambuzávamos e esquecíamos o inferno.

Hoje, quando penso nisso se mato de riso! Não é que tenha deixado de acreditar no inferno, não senhor! Pelo contrário, tal como a coisa está, às vezes, acho que já estamos a fazer um estágio pós-curricular para o inferno, só pode!

Porém, quer os que acreditam em Deus, quer os que não acreditam, todos sonham com o céu onde deverão viver eternamente, numa boa com anjos  e animais de toda a espécie. Ninguém quer ir dar com os ossos no inferno, pois claro.

 Excepção é um amigo que uma vez me disse que não queria ir para o céu por ser um lugar demasiadamente organizado.
O céu ou paraíso, pelo que nos contam muitos que nunca lá estiveram, deve ser um lugar maravilhoso. A Terra também é maravilhosa. Infelizmente, desde que Deus a deixou nas mãos de Adão e Eva que estamos a destruí-la.

Da forma como estamos a dar cabo dela, receio que Deus, apesar da Sua infinita bondade, talvez pense duas vezes antes de levar os homem para o Céu, pois com a sua irresponsabilidade e seu instinto destrutivo, o homem seria bem capaz de dar cabo do Céu, também.

A degradação do meio ambiente segue a uma velocidade tal que ou paramos agora ou a Terra se tornará inóspita daqui a umas dezenas de anos. Aliás, nós em Angola já estamos a sentir os efeitos da "desclimatização” do Planeta.

É bom, portanto, que comecemos a tratar melhor o nosso Planeta, sendo que é possível que vivamos aqui mais tempo do que imaginamos, mesmo porque ninguém sabe o dia nem a hora em que chegará o Senhor.
Catê mais.

Arsénio Chilala

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Opinião