Desporto

“O 5º árbitro pára o relógio quando é golo”

Leonardo Gaciba garantiu que houve um “passarinho” que lhe revelou uma das questões que este Campeonato do Mundo viu modificadas: o dilatar do tempo adicional mínimo. É normal ver que uma parte, em particular a segunda, se prolongue por sete, oito ou nove minutos. Segundo o especialista em arbitragem, a explicação é simples.

26/11/2022  Última atualização 07H50

 "Liguei para um 'passarinho' meu que está no Qatar e ele confirmou que o quinto árbitro, o assistente reserva, está à beira do campo. Quando a bola entra na baliza e é golo, ele aperta o botão e pára o relógio. Quando há o pontapé de saída, ele pressiona o botão novamente. Esse tempo perdido na comemoração de golos é acrescido em todos os jogos do Mundial. Vai ser assim até o final”, sustentou em declarações ao programa SportsCenter+, da ESPN Brasil.

O mesmo analista preferia que o tempo adicional contado fosse 'tabelado' pela perda de segundos e até minutos em que os jogadores estão no relvado.

 "Têm de se preocupar com antijogo e não com os golos. Por favor, FIFA”, deixou claro Leonardo Gaciba.  

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto