Sociedade

Número de mortes aumentou nas estradas

Quarenta e quatro acidentes de viação, de que resultaram quatro mortos e 39 feridos, foram registados durante a passagem de ano pela Polícia Nacional, informou, em Luanda, o porta-voz da corporação.

02/01/2020  Última atualização 23H00
DR

Falando em conferência de imprensa, a propósito da operação de ano novo, o comissário Orlando Bernardo esclareceu que os acidentes foram causados por desrespeito às regras do Código de Estrada. Informou que foram apreendidas 34 viaturas, 56 motorizadas, 34 livretes e aplicadas aos automobilistas 121 multas.
O porta-voz considerou que, apesar das campanhas de prevenção rodoviária que a corporação tem realizado, os acidentes de viação continuam a preocupar a Polícia Nacional.
Em relação à criminalidade, disse que que foram registados 130 crimes de natureza diversa durante a passagem de ano, tendo sido esclarecidos 102 e detido igual número de pessoas.
Durante o período em referência, a Polícia Nacional registou dois homicídios voluntários (diminuição de quatro), 32 ofensas corporais (redução de dez), 37 furtos (mais seis), 28 roubos (igual ao período anterior).
Orlando Bernardo disse que da operação resultou a detenção de cinco jovens por, supostamente, terem participado no assassinato à facada da jovem Erica Patrícia, de 21 anos, ocorrido na Ilha do Mussulo. Explicou que o incidente ocorreu durante um desentendimento numa festa de fim-de-ano no bairro do Cambusi.
Segundo o comissário, em Malanje um jovem foi assassinado com uma chave de fendas por cinco indivíduo, que já se encontram a contas com a justiça. Acrescentou que, durante o período em análise, houve o registo de oito crimes cometidos com arma de fogo, como roubos e tentativa de furto.
Indicou que a província de Luanda foi a que mais índice de criminalidade registou, totalizando 48, Huambo 16, Cuanza-Norte e Bié com cada nove, Uíge e Huíla com sete casos.
O comissário recordou que houve a presença das forças policiais nas ruas para garantir a segurança em todas as províncias, municípios e bairros, o que permitiu reduzir alguns crimes.
Destacou a forma ordeira como os cidadãos se comportaram, considerado ter havido uma passagem de ano tranquilidade, apesar de algumas situações de criminalidade registadas. A corporação recuperou uma viatura que tinha sido roubada em Luanda.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade