Política

Nujoma agradece apoio “incansável” de Angola

César Esteves

Jornalista

O Presidente fundador da Namíbia, Samuel Daniel Shafiishuna, mais conhecido como Sam Nujoma, exaltou, ontem, em Luanda, o papel de Angola no alcance da independência total do seu país da África do Sul.

16/10/2021  Última atualização 08H05
Chefe de Estado recebeu, em audiência, primeiro Presidente da Namíbia, Sam Nujoma © Fotografia por: Dombele Bernardo | Edições Novembro
Em declarações à imprensa, no final da audiência que lhe foi concedida, na Cidade Alta, pelo Presidente da República, João Lourenço, o político, de 92 anos, sublinhou que Angola, através de Agostinho Neto e de José Eduardo dos Santos, fez muito para que a Namíbia se tornasse independente.

Nujoma, que disse estar de visita especial ao país, para prestar "respeito'' ao Presidente da República,  destacou que, sem o apoio de Angola, a Namíbia continuaria, até hoje, sob o jugo colonial.

 "Por isso é que nós estamos aqui para exprimir o nosso respeito e gratidão à liderança de Angola e, através dela, ao povo angolano, no geral, pelo apoio incansável que nos foi prestado para a nossa libertação total do regime colonial do Apartheid da África do Sul", realçou. Sam Nujoma é membro fundador e primeiro presidente da Organização do Povo da África do Sudoeste (SWAPO). Serviu três mandatos como o primeiro Presidente da Namíbia, de 1990 a 2005. 

Desempenhou um papel importante como líder do movimento de libertação nacional na campanha pela independência da Namíbia do domínio sul-africano. Foi sucedido  nas  funções  de  Presidente  da  Namíbia por Hifikepunye Pohamba. Actualmente  o país  é  liderado por Hage Geingob. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política