Cultura

Nuit Blanche faz estreia em Luanda

Analtino Santos

Jornalista

A dança vertical apresentada pela companhia Odile Cheysens in Senso e Flash Mob Dance e o concerto com ar-tistas da República Democrática do Congo, Gabão e França marcaram a primeira edição do projecto Nuit Blanche, realizado sábado último, em Luanda.

05/10/2021  Última atualização 11H40
© Fotografia por: DR
A iniciativa da Aliança Francesa teve como um dos pontos altos a performance da companhia Odile Cheysens in Senso, com os quatro integrantes do grupo a descerem e actuarem na fachada do edifício Elysées, numa dança acrobática que teve toda a atenção dos transeuntes da Rua Rainha Ginga, naquele momento.

Outro destaque foi a actuação do Flash Mob Dance, com Wilson Paz, vencedor do concurso de Hip Hop Luanda Dance Conection, e 50 bailarinos, na Praça do Soldado Desconhecido.


A música ficou marcada pelas actuações de Oliverman, Leny Bidens, DJ DSPR e o percussionista angolano Cemi Mistique, no largo adjacente a Igreja dos Remédios, e pelo concerto Camaleão, com o grupo coral do Centro Cultural Anim’art.

O Nuit Blanche é um projecto gratuito, dedicado à arte contemporânea, no qual o público descobre uma parte do património da cidade, lugares habitualmente fechados ao público e as obras de arte aí instaladas.


A iniciativa, que começou em Paris, França, é hoje um movimento global e acontece no primeiro sábado de Outubro em Angola. Nesta edição, a Aliança Francesa teve a parceria do Executivo angolano, União Africana e UNESCO.


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura