Economia

Novos projectos petrolíferos sobem expectativas de operadores do mercado

Regina Handa

O sector petrolífero angolano deverá registar, em breve, a entrada de novos projectos, que vão agregar mais-valia ao mercado como resultado de novos investimentos.

22/09/2022  Última atualização 09H10
© Fotografia por: DR

A consultora Oxford Economics Africa previu, no arranque desta semana, que a produção de petróleo em Angola suba 4,4 por cento este ano, para 1,18 milhões de barris diários, depois de ter crescido 3,8 por cento de Janeiro a Agosto.

"A produção de petróleo em Angola continua melhor este ano, em linha com a nossa projecção; a produção cresceu 3,8 por cento para 1,17 milhões de barris por dia de Janeiro a Agosto, face ao mesmo período do ano passado, e a nossa perspectiva de curto prazo é optimista, com uma previsão de aumento da produção de 1,13 milhões de barris por dia em 2021, para 1,18 milhões este ano”, escrevem os analistas num comentário ao petróleo em Angola.

A consultora sublinha, também, que as receitas do petróleo, que está actualmente 40 por cento mais caro do que na mesma altura do ano passado, subiram mais de 72 por cento nos primeiros oito meses deste ano face ao período homólogo e antevê novos projectos em breve no país.

"A nossa perspectiva de curto prazo para a produção de petróleo em Angola é optimista graças aos novos projectos; a fase 2 do projecto Zinia, da TotalEnergies, e o projecto Cuida, da italiana Eni, cuja produção começou em Maio e Agosto de 2021, respectivamente, para além dos projectos Cabaça Norte e Ndungu”, apontam os analistas citado pela Lusa.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia