Sociedade

Novo administrador do Kilamba promete repor ordem na cidade

O aumento da delinquência, a falta de um hospital, as constantes avarias dos semáforos, a ausência de um mercado local e o surgimento da venda ambulante desorganizada em diversas artérias da cidade do Kilamba, estão entre as preocupações apresentadas ao novo administrador do Distrito Urbano do Kilamba, Murtala Marta.

03/08/2019  Última atualização 11H14
Paulo Mulaza | Edições Novembro © Fotografia por: A desfiguração dos edifícios, com novas pinturas no exterior e sem a autorização da administração, é outra preocupação

As preocupações foram apresentadas num encontro que Murtala Marta manteve, no sábado último, com os coordenadores dos bairros Bitas e Vila Flor e dos edifícios do KK-5000 e da cidade do Kilamba, sede do Distrito Urbano do Kilamba.
A desfiguração dos edifícios da cidade do Kilamba, com novas pinturas no exterior e sem a autorização da administração, é outra preocupação apresentada na reunião, na qual foi feito um apelo ao novo administrador para tomar medidas severas contra os que cometem transgressão administrativa.
O aumento do lixo e a falta de um documento jurídico que dê força às coordenações dos edifícios para punirem moradores que se furtem ao pagamento das taxas de condómino também foram assuntos levantados no encontro, que visou a apresentação do administrador Murtala Marta.
A problemática dos espaços verdes e de recreação, o crescimento de barracas, a poluição sonora, sinistralidade rodoviária e o aumento do número de cães vadios são outras questões apresentadas a Murtala Marta.

Roubo de placas

As placas electrónicas de elevadores e de viaturas, assim como os motores dos aparelhos de ar condicionado dos primeiros andares e apartamentos de rés-do-chão são os novos alvos dos marginais na cidade do Kilamba.
Depois de ter ouvido atentamente as preocupações dos moradores, no encontro que contou com a presença de mais de 100 pessoas, o administrador Murtala Marta prometeu criar um programa de intervenção, para evitar choques com as responsabilidades do Fundo de Fomento Habitacional.
“O momento serviu para a recolha de reclamações, sugestões e opiniões dos moradores, tendo a administração tomado boa nota. Prometemos dar solução aos vários problemas apresentados”, garantiu o responsável.

Ordem na cidade

Murtala Marta disse que uma das prioridades da sua administração vai ser a reposição da ordem. “Há muita desordem e vamos lutar com todas as forças para resgatar a disciplina, por ser fundamental para a tranquilidade e segurança de todos os moradores”.O administrador do Distrito Urbano do Kilamba apelou aos moradores e aos visitantes da cidade do Kilamba para terem comportamentos mais dignos e evitarem situações menos boas.
“Temos de criar uma empatia para poder trabalhar e facilitar a gestão participativa que o governo quer implementar”, acentuou Murtala Marta.
Questionado sobre o seu programa de actividade, o novo administrador disse que, depois do diagnóstico efectuado sábado, vai traçar um plano de prioridades, com vista a dar solução aos principais problemas dos moradores do distrito.
Preocupações idênticas, na generalidade, foram apresentadas também por moradores dos bairros Bitas e Vila Flor, em cujas áreas têm, ainda, problemas de ocupação ilegal de terrenos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade