Regiões

Novas escolas acolhem acima de 20 mil crianças

Mais de vinte mil crianças em idade escolar ingressaram, pela primeira vez, no sistema de ensino e aprendizagem, no presente ano lectivo, na sequência da construção de várias escolas na província da Huíla.

09/09/2022  Última atualização 08H10
Salas de aula aumentaram com as obras do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios © Fotografia por: DR

A directora do Gabinete Provincial da Educação, Paula Joaquim, que avançou os dados no município de Chicomba, enalteceu a execução do Programa de Combate à Pobreza e do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), no âmbito dos quais foram construídas mais salas de aula, sobretudo em zonas rurais.

"Estão disponíveis em vários pontos da província da Huíla mais de 683 salas de aula, apetrechadas com mobiliário favorável ao desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem”, disse Paula Joaquim, acrescentando que a maioria das escolas do ensino de base possuem condições apropriadas para cativar mais crianças, melhorar a transmissão dos conteúdos, promoção de aulas extra-escolares e outras acções para a ocupação dos alunos.

Segundo Paula Joaquim, a entrega, durante o ano lectivo, de merenda escolar aos alunos da iniciação à 3ª classe, numa primeira fase, vai, também, contribuir para evitar o absentismo, desistências, assim como reduzir o índice de reprovação.

Os dados a que o Jornal de Angola teve acesso dão conta que foram matriculados, na província da Huíla, 687.948 alunos da iniciação ao ensino médio. A maioria das escolas vão estar abertas em dois turnos. No ensino médio os cursos mais procurados são os de Biologia/Química, História/Geografia, Português e línguas estrangeiras.

Consta que, de 2017 a 2019, da iniciação ao ensino de adultos, em escolas públicas e privadas, foram matriculados 835.016 alunos, dos quais 402.964 do sexo feminino. No ano lectivo 2020/2021, o ingresso reduziu para 682.645, devido à Covid-19.

Nas instituições do 2º ciclo, agora com a designação de Liceu, 17.332 alunos concluíram os cursos de Ciências Físicas e Biológicas, 5.496 de Ciências Económicas e Jurídicas, enquanto que 5.364 se formaram em Ciências Humanas.

  Material escolar

Segundo dados do Gabinete Provincial da Educação, o número de docentes aumentou de 17.861, em 2017, para 19.587, no corrente ano lectivo. O reforço de docentes deve-se à realização de concursos de 2018/2019, que admitiram 1.456, e de 2019/2020, com 489 docentes e 650 auxiliares de limpeza, bem como de 2021/22, com mais de 1.500 agentes para o sector da Educação.  O documento dá a conhecer que mais de 737.560 manuais escolares de diversas disciplinas são distribuídos gratuitamente aos alunos da iniciação à 6ª classe, com destaque para os de Matemática, Educação Visual e Plástica, Geografia, Educação Musical, História, Moral e Cívica, Língua Portuguesa, Estudo do Meio e Ciência da Natureza.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões