Regiões

Nova subestação leva energia a 12 mil famílias

Kayila Silvina | Mbanza Kongo

Jornalista

Doze mil famílias das comunas do Luvo, Nkiende e Mpala, municípios de Mbanza Kongo e Nóqui, província do Zaire, vão beneficiar, ainda este ano, de energia eléctrica, com o início, quinta-feira, das obras de construção da subestação da aldeia do Nkoko (Luvo).

20/06/2021  Última atualização 10H29
© Fotografia por: Edições Novembro
Financiadas pelo Reino de Espanha, num montante global de 45 milhões de dólares, as obras devem ser concluídas dentro de 12 meses.

O presidente do Conselho de Administração da Empresa Nacional de Distribuição da Electricidade (ENDE), Hélder de Jesus Garcia Adão, que orientou o acto de lançamento da primeira pedra, referiu que o projecto prevê a construção de duas subestações, sendo uma de 10 KVAs, na comuna do Luvo (Mbanza Kongo) e outra de 15 KVAs, na comuna do Mpala (Nóqui).

Avançou que vão ser, igualmente, instalados 42 Postos de Transformação de Energia (PTE), sendo 25 no casco urbano de Mbanza Kongo e outros 17 distribuídos nas comunas do Nkiende e Mpala, o que vai permitir estabelecer um total de 2.558 ligações domiciliares. Grande parte do material para a construção das duas subestações já se encontra na região, estando, neste momento, a empresa encarregue das obras a desenvolver trabalhos de desmatação dos locais onde vão ser erguidos estes equipamentos eléctricos.

"A província do Zaire é a única região, a nível do país, que tem todos os municípios inter-ligados ao sistema eléctrico da rede nacional”, disse.

Em relação aos pagamentos ao empreiteiro, Hélder de Jesus Garcia Adão garantiu ter sido já alocada, o mês passado, a segunda tranche do valor. "Não há motivos que possam impedir o arranque ou o desenvolvimento do projecto”, assegurou.

Por sua vez, o governador do Zaire, Pedro Makita, agradeceu os esforços do Ministério de Energia, que tem vindo a desenvolver um conjunto de projectos no sentido de electrificar a província. Ainda assim, solicitou que se façam mais esforços para que, num curto horizonte temporal, a electricidade possa atingir as comunas de Manga Grande, Quelo, Sumba, Pedra do Feitiço e Kinzau, municípios do Tomboco e Soyo. A ENDE na província do Zaire controla 47 mil e 566 clientes nos seis municípios, sendo 39 mil e 674 no sistema pós-pago e sete mil e 892 no pré-pago.  

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões