Cultura

Nino Jazz dá concerto amanhã no Memorial

Analtino Santos

Jornalista

Nino Jazz, pianista e teclista, um dos mais aclamados produtores de afro-jazz em Angola, é a figura de cartaz do concerto do projecto “Caixa Artes”, que se realiza amanhã, às 18h30, no auditório do Memorial Dr. António Agostinho Neto, em Luanda.

28/07/2021  Última atualização 09H40
Músico terá amanhã a sua vez no palco do projecto Caixa Artes © Fotografia por: DR
Nino Jazz, que já teve várias passagens no projecto "Caixa Artes como integrante de bandas e na direcção artística, sucede Tukayana Lopes que subiu ao palco do Memorial no dia 24 de Junho.

Segundo Steve, o agente do artistas "a noite será uma viagem aos clássicos do jazz, passando um pouco pela essência da música angolana e universal de Hermeto Pascoal e naturalmente dar uma pitada do que vai na sua alma”.
O artista vai ter  em palco o percussionista Dalú Rogée, o baterista Jack Nsaka e Mário Gomes que alternará entre o violão, guitarra eléctrica e viola baixo, estando preparadas algumas surpresas como alguns temas do álbum instrumental "Luz de Neón”, ainda por lançar.

Nino Jazz é bastante solicitado a nível da produção e direcção artística, com destaque para o Festival da Canção da LAC, no qual é deste 2014, o desafio deste ano no Estrelas ao Palco e no Festival do Dia Internacional do Jazz, e dos músicos Filipe Mukenga, Gabriel Tchiema, Totó ST, Sandra Cordeiro e Anabela Aya.

Este percurso começou aos 14 anos quando aprende a tocar piano, com o mestre Mateus da Igreja Metodista Unida e as influências vão desde os angolanos André Mingas e Filipe Mukenga, principalmente ouvindo os álbuns "Coisas da Vida” e "Novo Som”, passando pelo brasileiro Djavan e o americano Herbie Hancock.
A iniciativa "Caixa Artes” foi criada em 2017 com o objectivo  de promover e divulgar a língua portuguesa, a arte e a cultura angolanas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura