Sociedade

Navio laboratório francês atraca quarta-feira em Luanda

Mazarino da Cunha

Jornalista

Um navio laboratório francês chega, nesta quarta-feira, a Luanda, para a realização de um estudo sobre a corrente oceânica de Benguela que se move nas costas da Namíbia e de Angola, segundo uma nota da Embaixada de França no país.

20/06/2022  Última atualização 09H15
Mares de Angola vão ser estudados a partir de quarta-feira © Fotografia por: DR

De acordo com o documento, o navio laboratório vai estar atracado no Clube Náutico da Ilha de Luanda, onde de 22 a 26 de Junho vai servir para estudos sobre o comportamento da corrente oceânica e da vida marinha atlântica.

A estadia do navio, de cinco dias, em Luanda, vai permitir, também, a realização de eventos científicos como workshop sobre o oceano, palestras de sensibilização para a protecção do ambiente e a exposição de comunicações relacionadas com a importância da investigação científica ao longo do Atlântico Sul, refere a nota. 

Os cientistas, marinheiros e activistas a bordo vão apresentar ao público algumas soluções concretas capazes de proporcionar protecção dos oceanos e a sua biodiversidade.

A nota refere que no workshop vão estar também em debate assuntos ligados ao impacto da poluição dos plásticos sobre os ecossistemas oceânicos, assim como, durante a permanência do navio, a tripulação marítima e científica deverá preparar visitas guiadas ao interior do aparelho para alunos de escolas públicas e privadas, que receberão informações detalhadas sobre os objectivos da expedição.

A Embaixada de França em Angola avançou que o navio laboratório, antes de atracar em Luanda, esteve, também, em missão científica na África do Sul, Namíbia, República Democrática do Congo, República do Congo, Gâmbia e Senegal.

O navio laboratório pertence à Fundação Tara Océan, uma instituição científica francesa, que se empenha na preservação do oceano.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade