Mundo

Namíbia remove estátua de colonizador alemão

A estátua do governador colonial alemão, Curt von François foi retirada do pedestal em Windhoek, na capital da Namíbia, resultado de uma campanha, que denunciou o monumento como “símbolo de opressão”.

25/11/2022  Última atualização 15H15
© Fotografia por: DR

 As autoridades de Windhoek removeram a estátua,  nesta quarta-feira feira(23),  do centro da cidade  para o Museu da  Independência.

Os historiadores defendem que não se trata de reescrever a história, mas de repor a sua veracidade.

Levantada desde 1965, a estátua de Curt von François, considerado por muitos como o fundador da cidade, a sua remoção foi o "início de um processo para descolonizar Windhoek”, segundo o ex-perfeito de  Windhoek, Job Amupanda.

 Uma petição para a remoção da estátua , por tudo que ela representa para muitos namibianos iniciou em 2020 pela activista Hildegard Titus.

No entanto, Ruprecht von François, bisneto do antigo colonizador, critica a remoção da estátua e disse a uma publicação local, The Namibian, que Von François fez muito pelo país.

O descendente de Von François considera a mudança um desrespeito ao legado de seu bisavó.

Von François era um alto oficial das forças coloniais alemãs, e de acordo com a história colonial, fundou a cidade de Windhoek em 1890. Em 1893, houve escaramuças  entre soldados alemães enviados para proteger os colonos alemães e os clãs locais, incluindo os hereros e namas.
Von François ordenou um ataque à aldeia de Hornkranz durante o qual foram massacrados mulheres, crianças e idosos.
A Alemanha colonizou a Namíbia de 1884 a 1915. Os massacres ocorridos entre 1904 e 1908, em que os colonos mataram dezenas de milhares de indígenas Herero e Nama ficou conhecido como o primeiro genocídio do século XX.

Em Maio de 2021 o governo alemão admitiu o extermínio e para além do pedido de desculpas, comprometeu apoiar com  mais de mil milhões de euros, aos descendentes das vítimas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo