Economia

Namibe vai beneficiar de mais 25 megawatts

A província do Namibe vai beneficiar, até Dezembro, cerca de 25 megawatts (MW) de energia limpa, proveniente da central fotovoltaica do Caraculo.

14/09/2022  Última atualização 11H12
central fotovoltaica © Fotografia por: DR

Em declarações à imprensa, o director da empresa Saipem, Rui Bastos, fez saber que, neste momento, decorrem os trabalhos de instalação de placas fotovoltaicas, que vão servir para transferência de energia.

"Estão armazenados 46 mil painéis e já fizemos 220 furos onde iremos pousar os painéis, até Dezembro concluímos a primeira fase, que vai disponibilizar 25 megawatts para reforçar a rede de distribuição”, disse, destacou o gestor da empresa encarregue de montar os equipamentos.

De acordo com o responsável da empresa Saipem, o projecto, que emprega 230 trabalhadores, vai aumentar a produção de energias renováveis, contribuindo na redução do défice energético em Angola.

A central fotovoltaica de Caraculo vai permitir a redução de consumo de gasóleo para as centrais térmicas, bem como a diminuição das emissões de dióxido de carbono.

O projecto, contou, contempla também a instalação de sistemas de água na localidade do Caraculo, visando o fomento da agricultura, abeberamento do gado e para o consumo humano.

O governador provincial do Namibe, Archer Mangueira, visitou as obras da central fotovoltaica, tendo notado a evolução do projecto, que compreende a instalação faseada de uma central fotovoltaica de 50 megawatts, num espaço de 50 hectares.

A central traz o benefício ambiental específico de  reduzir de forma significativa as emissões de gases de efeito de estufa, num projecto que se enquadra nos objectivos do "Angola Energia 2025”, um plano a longo prazo do Governo que tem como principal objectivo proporcionar à população o acesso a serviços energéticos básicos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia