Política

Nação e nacionalismo angolano em debate sexta-feira em Luanda

A História de Angola vai estar em destaque amanhã, às 8h00, no Hotel Epic Sana, em Luanda, durante a realização de uma conferência internacional, sob o tema “A Nação e o Nacionalismo dos séculos XIX e XX”.

24/11/2022  Última atualização 08H00
© Fotografia por: DR

O debate, uma iniciativa do título Jornal Cultura, publicação de especialidade da Edições Novembro, conta, pela primeira vez, com a participação de alunos que estão a fazer o mestrado no Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED).

"A academia sempre precisou de parcerias com outras instituições, quer públicas, quer privadas, interessadas em fomentar debates científicos e culturais. A conferência organizada pela Edições Novembro, por via do Jornal Cultura, tem todo o nosso apoio, pois pela primeira vez vai dar uma oportunidade aos alunos do mestrado. É a actividade científica dentro desse mestrado”, disse Dinis Kebanguilako, um dos oradores e actual coordenador do curso de mestrado em Ensino de História do ISCED.

"Os jornais estão muito associados à informação, mas a imprensa tem um importante papel na formação das pessoas, elevando o nível cultural dos leitores”, explicou o director do Jornal Cultura, organizador da iniciativa.

Assim, num total de quatro painéis, quatro historiadores e professores angolanos, sendo um proveniente do Brasil e outro de Portugal, vão discorrer sobre as origens do nacionalismo dos séculos XIX e XX e a consequente formação da Nação angolana.

No primeiro painel, o historiador Alberto de Oliveira Pinto aborda "O Imaginário Cultural do Nacionalismo e as Retóricas Coloniais”, que deve contar com a moderação do professor Bruno Júlio Kambundu. Já no segundo, a historiadora Rosa Cruz e Silva fala sobre "O Proto-nacionalismo nos jornais dos séculos XIX e XX”, com a moderação do professor Ngombo Kalemba.

O tema "A Formação da Nação Angolana na Era do Nacionalismo Moderno” está a cargo do prelector Carlos Serrano, proveniente do Brasil, que conta com a moderação da professora Anabela Cunha. Já "O Ensino da História do Nacionalismo Angolano na Graduação” é da responsabilidade de Dinis Kebanguilako, com a moderação do professor João Lourenço da Cunha.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política