Política

Mungo vai ter Tribunal de Comarca

Adolfo Mundombe/Huambo

Jornalista

O subprocurador geral da República e coordenador da Região Judiciária Centro, Carlos Manuel dos Santos, garantiu que estão a ser criadas condições para a entrada em funcionamento do Tribunal de Comarca no município do Mungo, Huambo, com o objectivo de promover a aproximação da Justiça aos cidadãos.

29/09/2021  Última atualização 09H05
© Fotografia por: DR
De visita ao Huambo, para avaliar o trabalho da Procuradoria-Geral da República na região, o magistrado referiu que, devido à densidade populacional e do movimento processual existente, "é imprescindível instalar, nos próximos tempos, o Tribunal de Comarca, para que o município do Mungo deixe de depender de outros tribunais".

Segundo Carlos Manuel dos Santos, a tramitação processual do município do Mungo depende, neste momento, do Tribunal de Comarca do Bailundo, pelo que, reforçou, urge alterar o quadro, evitando, também, que os cidadãos tenham de percorrer, entre os dois municípios, perto de 55 quilómetros quando tiverem um caso em tribunal.


Para o administrador municipal do Mungo, Manuel Kaholo, a instalação de um Tribunal vai permitir "melhorar a qualidade e rapidez dos serviços de Justiça”, em virtude de não ser mais necessário encaminhar ao município do Bailundo.  


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política