Política

MPLA interage com médicos em Saurimo

Adão Diogo | Saurimo

A convergência notável por parte de eleitores de distintos segmentos sociais, no reconhecimento das realizações no mandato recém-terminado, representa para o MPLA, na Lunda-Sul, um indicador indispensável para garantir o voto de vitória nas eleições gerais de 24 de Agosto.

04/08/2022  Última atualização 11H48
Partido dos camaradas intensifica campanha na Lunda-Sul © Fotografia por: Adão Diogo| Edições Novembro

Com a campanha porta a porta, nos bairros periféricos da cidade de Saurimo, o MPLA está a sensibilizar as populações para o voto responsável e consciente. O médico Domingos Txilombo destacou a satisfação pela construção de novas estruturas como o hospital geral, a maternidade, realizações também sublinhadas por Constância Zango e Zola Priscila.

A este propósito, o primeiro secretário provincial do partido na Lunda-Sul, Daniel Neto, reafirmou que o líder do MPLA disse, na região Centro-Leste que a criação de condições para os angolanos na diáspora exercerem pela primeira vez o voto reflecte o respeito à democracia que cresce com a participação de todos.

Enfatizou as apostas na construção de infra-estruturas para expandir a rede sanitária e a admissão de dezenas de médicos, numa província que em 2017 contava apenas com 24 médicos contra mais de 100 actualmente, acima de 3.000 enfermeiros, que representam praticamente o triplo do que o sector dispunha.

Daniel Neto disse que o esforço na formação para especialização é uma divisa. As previsões apontam para a "abertura da formação em outras áreas da Saúde", a partir de Setembro próximo. A carteira de projectos que o político enumerou abarca a construção de um novo hospital pediátrico e um novo hospital sanatório, para cobrir as necessidades da sede que conta com uma população acima de 600 mil habitantes.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política