Política

MPLA intensifica “caça” ao voto em zonas residenciais do Lubango

Estanislau Costa | Lubango

Jornalista

MPLA está a realizar uma campanha de caça ao voto em zonas residenciais da cidade do Lubango, província da Huíla, com acções de sensibilização porta-a-porta, para aproximar os eleitores ao Programa de Governação 2022/2027, informou, ontem, o primeiro secretário municipal do partido.

24/06/2022  Última atualização 11H25
Secretário Armando Vieira apresenta o Programa aos eleitores © Fotografia por: Estanislau Costa | Lubango

Armando Vieira explicou, no acto de lançamento da campanha, que as acções vão ser dirigidas a 10 mil eleitores dos bairros Kwawa, Tchioco, A Luta Continua, Nambambi, Comandante Cow Boy, Benfica, Nanguluve, Chavola, entre outros. Durante os contactos, estão a ser distribuídos folhetos com o resumo do que deverá ser feito no próximo mando do MPLA, após à vitória nas urnas.   

A campanha, que arrancou no bairro Comandante Cow Boy, envolve 300 agentes de educação cívica e patriótica com a missão de tornar o programa do partido "muito mais conhecido. Os agentes vão realizar contactos porta-a-porta, principalmente aos fins-de-semana.

O primeiro secretário municipal do MPLA no Lubango, Armando Vieira, considerou ser imprescindível o contacto directo com os eleitores, tendo como lugar as próprias residências, por permitir aos agentes estarem mais tempo com os cidadãos eleitores, procedendo a esclarecimentos pontuais sobre o programa do partido, garantido, assim, as condições para afirmar a mensagem do líder João Lourenço.

Nesta perspectiva, Armando Vieira considerou, também, ser importante orientar as pessoas sobre como votar, de maneira a que possam exercer o seu direito com convicção. "Estamos a fazer o nosso trabalho porta-a-porta, para que os nossos apoiantes não tenham dúvidas no dia 24 de Agosto”, concluiu. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política