Política

MPLA em Cabinda pede ideias construtivas

O primeiro secretário do MPLA em Cabinda, Eugénio Laborinho, pediu ontem aos militantes que contribuam com ideias construtivas para ajudar no processo de desenvolvimento das respectivas áreas de residência e de outras localidades.

09/01/2019  Última atualização 06H00
ANTÓNIO SOARES | EDIÇÕES NOVEMBRO © Fotografia por: Secretário provincial do MPLA

Eugénio Laborinho, que falava na cerimónia de cumprimentos de Ano Novo, no Centro Cultural Chiloango, sublinhou que ao contribuírem com ideias construtivas para o desenvolvimento das áreas onde habitam, estarão a ganhar protagonismo e simpatia junto dos eleitores, o que os tornará em potenciais candidatos às eleições autárquicas, em 2020.  
Para o também governador de Cabinda, o ano de 2019 é crucial para o MPLA, devido à preparação das eleições autárquicas, previstas para 2020.
O político apelou aos mi-litantes a ajudarem na materialização dos compromissos eleitorais constantes do Manifesto Eleitoral e do Programa do Governo e na preparação de condições para a realização, com sucesso, das primeiras eleições autárquicas.
Eugénio Laborinho mencionou o recente diagnóstico efectuado pelo partido nos bairros da cidade de Cabinda, para apurar as dificuldades que a população enfrenta.
 O diagnóstico, disse, permitiu encontrar soluções para o saneamento básico, iluminação pública, abastecimen-to de água potável, ampliação da rede escolar, melhoramento do casco urbano e da rede inter-urbana.
 
Fiscalização                      
Na Lunda-Norte, a fiscalização das acções do governo provincial é o principal desafio do Comité Provincial do MPLA, garantiu o primeiro secretário provincial, Ernesto Muangala. O objectivo, disse, é promover o reforço da fiscalização e assegurar o êxito do programa de governação, bem como elevar o nível de desenvolvimento da província nos vários domínios. Ernesto Muangala apelou aos militantes que ocupam cargos públicos a  terem uma postura exemplar, com vista à manutenção da confiança junto do eleitorado.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política