Política

MPLA defende dinamismo no combate à corrupção

O primeiro secretário do MPLA na Lunda-Norte destacou, quarta-feira, na cidade do Dundo, a dinâmica dos órgãos da Administração da Justiça na luta contra os crimes financeiros, no quadro da redução dos actos de desonestidade na gestão do erário.

26/07/2019  Última atualização 17H11
José Cola | EdIções Novembro © Fotografia por: Ernesto Muangala apelou aos gestores públicos à mudamça de mentalidade nos seus actos

Ernesto Muangala, que falava na cerimónia de lançamento da campanha pú-blica de moralização da sociedade, apelou aos gestores públicos para a mudança de mentalidade na gestão transparente do erário e defendeu a construção e consolidação de instituições públicas fortes, capazes de contribuirem para o bem-estar económico e social dos cidadãos.
Lembrou que o combate contra a corrupção, bajulação e nepotismo é dos grandes desafios do partido. Encorajou a tomada de medidas que visam desincentivar e punir todos os actos que lesam os superiores interesses do país.
“Os cidadãos estão cada vez mais atentos à acção dos gestores públicos” disse Ernesto Muangala, exortando a população a participar no combate à corrupção, por ser um fenómeno que fragiliza as instituições democráticas e mina a confiança dos cidadãos no aparelho do Estado.
Ernesto Muangala disse ainda que a campanha de moralização da sociedade não deve ser apenas uma tarefa dos órgãos da Justiça, mas da sociedade civil, igrejas, e de cidadãos fazedores de opinião.
A cerimónia de lançamento da campanha foi testemunhada pelo coordenador do grupo de acompanhamento do Secretariado do Bureau Político para a província da Lunda-Norte, Diógenes de Oliveira.

Fiscalização das obras

A coordenadora adjunta do grupo de acompanhamento do secretariado do Bureau Político do MPLA para a província do Moxico, Maria Idalina Valente, defendeu ontem, no Luena, que os munícipes fiscalizem a execução das obras em curso nos seus bairros.
Idalina Valente falava no final de uma visita que o grupo de acompanhamento do secretariado do Bureau Político do MPLA para a província do Moxico efectuou ontem ao Luena, que serviu para avaliar o grau de execução das obras em curso, no âmbito do Programa Integrado de Intervenção dos Municípios (PIIM).
A dirigente do MPLA disse que a população deve ter o conhecimento exacto dos projectos em carteira pelo Governo, as suas dificuldades, o grau de execução física, a qualidade técnica, bem como o cumprimento de tempo do contrato.
No Luena, os membros do grupo de acompanhamento do secretariado do Bureau Político do MPLA para a província do Moxico constataram, in loco, as obras de construção do troço que liga a topografia e Escola Superior Politécnica do Moxico, o es-tancamento das ravinas dos bairros "4 de Fevereiro" e "Aço", bem como à central térmica, com capacidade de 20 Mega watts (MW).
O grupo constatou, igualmente, a execução das obras de uma escola no Bairro social, com 10 salas de aula, bem como visitou o terreno para a construção da futura centralidade da cidade do Luena, no âmbito do projecto Kora Angola.
Depois do Luena, o grupo de acompanhamento do secretariado do Bureau Político do MPLA para a província do Moxico desloca-se aos municípios da Cameia e Luau.

Acompanhamento no Bié

No Bié, também trabalha o grupo de acompanhamento do secretariado do Bureau Político para aquela província, que vai trabalhar nos municípios da Nharêa, Camacupa e Cuito.
O grupo, coordenado por Salomão Xirimbimbi, vai acompanhar a execução do PIIM, bem como promover a formação dos quadros do MPLA. Ontem, o dia esteve reservado para uma acção de formação dirigido aos res-ponsáveis e dirigentes e qua-dros do partido na província, enquanto hoje a delegação desloca-se ao município da Nharêa, onde vai reunir com a comissão executiva municipal e também fazer uma visita a obras enquadradas no PIIM.
Na próxima semana, o MPLA procede, no município do Cuemba, ao lançamento da campanha de moralização pública da sociedade sobre o combate à corrupção, nepotismo, bajulação e outros males.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política