Política

MPLA consternado pela morte do presidente da UNACA

O Bureau Político do MPLA manifestou, esta segunda-feira (25), sentimento de pesar pela morte do presidente da Confederação das Associações e Cooperativas de Angola (UNACA), Albano da Silva Lussati, ocorrida sábado, em Luanda, por doença.

25/10/2021  Última atualização 22H49
© Fotografia por: DR

Em mensagem de condolências, citada pela Angop, refere que o inditoso foi um destacado quadro da UNACA, de que era presidente desde 2015, depois de ter desempenhado, entre outras, as funções de secretário para administração e finanças e vice-presidente.

Albano da Silva Lussati, acrescenta a nota, enquanto presidente da UNACA, sempre demonstrou ser um interlocutor com ideias claras e definições próprias nas parcerias estabelecidas para a definição e implementação de políticas do Executivo para os camponeses, defendendo sempre a melhoria das condições laborais e de vida dos associados.

Sublinha que Albano da Silva Lussati iniciou a actividade política em 1974, no MPLA, tendo dedicado toda a sua vida na defesa dos ideais do partido, do qual foi delegado em vários congressos, e sido eleito membro do Comité Central no VII Congresso Ordinário, em 2016.

"Neste momento de dor e luto, o Bureau Político do Comité Central, em nome dos militantes, simpatizantes e amigos do MPLA, inclina-se perante a memória do inditoso e apresenta à família enlutada sentidas condolências”, conclui a mensagem.

Albano da Silva Lusssati, natural da província do Huambo, morreu aos 67 anos. Tinha formação em Gestão Cooperativa e em Agronegócio, pelo Instituto António Sérgio de Portugal, e uma larga experiência de extensionista rural.

Entrou para o movimento cooperativo do país em 1978, foi co-fundador da cooperativa agro-pecuária Centro Lufefena, assim como tinha experiência acumulada de vários países, como Cuba, ex-União Soviética, Brasil e Bulgária. Também era membro do Conselho Económico e Social.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política