Sociedade

Mota Ambrósio enluta fotojornalismo

Carla Bumba

Jornalista

Mais uma vez, o luto chegou à empresa Edições Novembro. Dessa vez, a morte levou, na madrugada desta terça-feira, o fotojornalista Agostinho Mota Ambrósio António, que se encontrava em tratamento médico na África do Sul.

29/06/2022  Última atualização 08H20
Fotojornalista Mota Ambrósio © Fotografia por: Dr

O fotojornalista da Edições Novembro EP, empresa proprietária do Jornal de Angola, que assinava pelo nome profissional Mota Ambrósio, faleceu depois de ter sido operado à coluna vertebral cervical, no ano passado, numa unidade hospitalar de Luanda.

O chefe da área de Fotografia da Edições Novembro, Kindala Manuel, explicou que, em 2019, diante da progressão da lesão que sofria na coluna, desde 2013, Mota Ambrósio entendeu antecipar a reforma, juntando os restantes anos em que funcionou na TAAG e, pedido que foi aceite, em 2020, pela Edições Novembro.

Kindala Manuel considera que Mota Ambrósio, que ingressou nos quadros da Edições Novembro, em Abril de 1994, com a categoria de repórter fotográfico de 3ª classe, soube sempre, ao longo de quase 30 anos, exercer com brio e profissionalismo, as tarefas que lhe eram incumbidas. Nesta hora de dor e luto, pela morte de Mota Ambrósio, natural de Calandula, província de Malanje, nascido a 5 de Dezembro 1966, o Conselho de Administração da Edições Novembro e a editoria de Fotografia, em particular, inclinam-se perante à memória do fotojornalista e endereçam à família enlutada os mais profundos sentimentos de pesar.

O Sindicado dos Jornalistas Angolanos (SJA), também, lamenta profundamente a morte do fotógrafo Mota Ambrósio, que considera um dos quadros mais dedicados da Edições Novembro. Com o seu desaparecimento, a Edições Novembro perde um dos mais experimentados profissionais. "À família, ao Conselho de Administração e aos trabalhadores da Edições Novembro, o SJA endereça os seus mais sentidos pêsames”, remata a nota do Sindicato.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade