Cultura

Mostra “Largo da Heroínas” é inaugurada em Luanda

Amilda Tibéria

“Largo das Heroínas” é o titulo da exposição colectiva que é inaugurada, hoje, às 17h00, na Galeria do Banco Económico, em Luanda, e que fica patente até ao dia 30 deste mês.

17/11/2022  Última atualização 08H50
Artista moçambicana Filomena Mairosse, é uma das seleccionadas na primeira edição do Nzinga © Fotografia por: DR
Esta mostra é o resultado da primeira edição do "Nzinga Art Residency”, um programa de residência artística, recentemente promovido pela galeria  Movart. A residência explora as linguagens e a identidade feminina por meio da pesquisa e produção, apresentando como eixo de reflexão a história de vida de Nzinga Mbande, heroína africana e rainha de Ndongo (Angola) e de Matamba.

A exposição alberga obras das artistas Sarhai, Isabel Landama e Filomena Mairosse (de nacionalidade moçambicana), que participaram na primeira edição do Nzinga, realizada entre 7  de Outubro e 4 de Novembro de 2022, assim como criações de três artistas convidadas: Marisa Kingica, Fran dos Santos e Astrid Gonzáles (de nacionalidade colombiana).

A exposição mostra os percursos de construção de identidades que requerem constantemente processos de afirmação numa sociedade em constante mutação. 

Nas poéticas apresentadas são colocadas à apreciação do espectador diferentes temáticas que, embora tenham ramificações para sensibilidades diferentes, são estruturadas sob uma vertente de importante contexto o aproveitamento e transformação de materiais, a redignificação dos ideias e equidade na coexistência funcional e filosófica dos géneros. 

Segunda edição do Nzinga

A Galeria Movart vai realizar de 15 Janeiro a 26 de Fevereiro de 2023, a segunda edição do projecto "Nzinga”, cujo prazo de inscrição termina no próximo dia 30.

Com esta iniciativa a Galeria Movart procura mulheres artistas oriundas dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesas (PALOP) e Timor Leste para participar na segunda edição do projecto, na qual serão seleccionadas três candidatas para a residência  artística.

O Nzinga é um projecto de residências artísticas da galeria Movart concebido exclusivamente para mulheres artistas plásticas e curadoras, naturais dos PALOP e de Timor-Leste, que desenvolvem a sua prática no âmbito da arte contemporânea africana, com o objectivo de emancipar e empoderar o papel da mulher e promover a igualdade de género na vida social e cultural.

A primeira edição do projecto Nzinga decorreu na MOVART Luanda até 6 de Novembro de 2022, com as artistas seleccionados Filomena Mairossi, Isabel Landama e Sarhai, sob orientação da artista Ana Silva.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura