Economia

Mosap 2 tem impacto sobre os rendimentos

O representante do Banco Mundial em Angola, Olivier Lambert, reconheceu, segunda-feira, em Malanje, o contributo do Projecto de Apoio ao Desenvolvimento da Agricultura Familiar e Comercialização, Mosap 2, para a redução dos níveis de pobreza e a promoção do crescimento económico das comunidades rurais.

21/11/2019  Última atualização 13H43
Angop

“Muitas famílias começam a deixar a situação de vulnerabilidade e caminhar para a auto-suficiência económica”, sublinhou Olivier Lambert, no final da avaliação da implementação do programa, financiado com fundos do Banco Mundial nas províncias de Malanje, Bié e Huambo, num valor de 90 milhões de dólares.
Referiu que na província de Malanje, o projecto concebido com o Governo angolano, “está bem encaminhado e a atingir os objectivos, perspectivando-se o seu alargamento a todos os municípios.” “O projecto Mosap 2 já está implantado em onze, dos catorze municípios da província, mas pretendemos ver alargado para Marimba, Luquembo e Quirima”, referiu.
O seu coordenador em Malanje, Paulo Sousa, sublinhou que o projecto está a servir de “modelo” para a agricultura familiar em Angola e destacou o crescente interesse dos financiadores e do Governo. Assegurou, no entanto, que a expansão do Mosap 2 para outros municípios e províncias aguarda pela concertação, em Luanda, já que o trabalho de base está a ser feito com o levantamento do número de famílias.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia