Coronavírus

Mortes por Covid-19 aumentam em Angola

Edivaldo Cristóvão

Jornalista

As mortes por Covid-19 aumentam em Angola, com o registo, nas últimas 24 horas, de 26 vítimas, de acordo com os dados da Direcção Nacional de Saúde Pública (DNSP).

24/09/2021  Última atualização 08H50
© Fotografia por: DR
No mesmo período, foram notificados 463 casos positivos da doença e a recuperação de 427 pacientes. Dos casos positivos, 324 são residentes em Luanda, 31 em Benguela, 22 no Uíge, 16 na Huíla, 15 no Huambo, 12 no Zaire, nove em Cabinda, Malanje e Namibe, três no Bié, dois no Cuanza-Sul e um no Bengo.

Dos pacientes infectados, 246 são do sexo masculino e 207 do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 7 dias e 86 anos.

As 26 mortes são de cidadãos angolanos: 11 residentes em Luanda, sete na Huíla, três no Cuanza Sul, dois em Benguela e Huambo e um no Uíge. Das 26 vítimas, 15 são do sexo masculino e 11 do feminino, que tinham idades compreendidas entre os 6 meses e os 96 anos.

Dos 427 pacientes recuperados, de acordo ainda com a DNSP, 384 são residentes em Luanda, 23 na Huíla, sete no Huambo, quatro em Benguela, três no Namibe e no Moxico, dois no Bié e uma no Cunene. Os pacientes recuperados têm idades compreendidas entre 1 e 79 anos.

Nas últimas 24 horas, foram processadas 3.588 amostras por exames de RT-PCR, elevando para um total de 975.904 amostras realizadas desde o início da pandemia, com uma taxa de positividade de 5,5 por cento.

Com estes dados, o quadro epidemiológico da pandemia no país subiu para um cumulativo de 53.840 casos positivos, dos quais 46.679 pacientes recuperados, 1.460 vítimas mortais e 5.701 casos activos.

Do total de casos activos, refere o documento, 38 estão em estado crítico, 47 graves, 171 moderados, 89 leves e 5.356 assintomáticos. Estão em internamento nas unidades sanitárias do país 345 pacientes, 187 pessoas estão a ser acompanhadas em quarentena institucional e sob vigilância epidemiológica  encontram-se 3.199 contactos.
 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Coronavírus