Mundo

Monkeypox. "Situação é preocupante", alerta OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) admitiu que a situação vivida em torno dos casos que têm vindo a ser confirmados do vírus Monkeypox a nível mundial é “preocupante”.

25/05/2022  Última atualização 13H39
© Fotografia por: DR
"A situação é preocupante porque não segue os padrões típicos que vimos antes”, alertou o porta-voz da OMS na Europa, Tarik Jasarevic, em declarações ao jornal espanhol El Mundo. 

Segundo o responsável da OMS, nos últimos anos foram detetados surtos de infeção humana na República Centro-Africana, na República Democrática do Congo e na Nigéria.

"Temos visto casos exportados esporádicos”, disse, destacando que "é incomum ver tantos casos noutros países e ver a disseminação de pessoa para pessoa em países não endémicos”.

"Há uma necessidade de entender os fatores que contribuem para a transmissão em países não endémicos. A prioridade agora é interromper a transmissão”, defendeu, destacando a importância de rastrear contactos e de investigar cada caso.

Tarik Jasarevic revela que o chamado paciente zero ainda não foi identificado.

Apesar de tudo, o responsável deixa uma mensagem para tranquilizar a população, indicado que "a varíola geralmente não se espalha facilmente entre as pessoas, pois requer contacto físico próximo”. 

"Este surto é administrável, pois o risco para o público em geral parece ser baixo”, completou.

Recorde-se que Portugal já soma 49 casos confirmados de Monkeypox. O vírus, cujos primeiros casos foram relatados no Reino Unido, está já presente em vários países da Europa, mas também nos Estados Unidos, Israel, Canadá e Austrália.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo