Cultura

Moçambique revitaliza artes cénicas

Manuel Albano

Jornalista

A organização da 18ª edição do Festival Internacional Teatro de Inverno (FITI), em Maputo, pretende este ano capitalizar o intenso movimento teatral local, como forma de criar uma maior interacção entre os grupos, disse, esta terça-feira, o coordenador da iniciativa.

11/05/2022  Última atualização 09H10
Enigma é um dos colectivos angolanos convidados este ano © Fotografia por: DR

Joaquim Matavel informou, esta terça-feira, ao Jornal de Angola, via whatsApp, que a escolha de grupos de várias cidades locais de Moçambique para fazer parte do festival,  foi no sentido de começar a expandir a actividade e poder proporcionar uma maior proximidade entre os grupos de Nampula, Quelimane, Tete, Pemba e Lichinga.

Durante os dias de exibição, adiantou, há pretensões de uma maior colaboração e troca de experiências com os grupos internacionais, que vai permitir dar mais qualidade e outro prestígio ao festival.

Nesta edição, adiantou, a organização não prevê nenhuma homenagem a título individual ou colectivo. "Tudo está a ser feito para serem distinguidos alguns grupos participantes”, explicou, acrescentando que o Centro Cultural Brasil - Moçambique acolhe a 18ª edição do FITI, que começa a 27 de Maio e decorre até 12 de Junho, nas cidades de Maputo e Beira.

A mudança do espaço este ano, esclareceu, deve-se ao facto da maioria das salas em Maputo estarem encerradas para reabilitação, com obras que vão dar maior dignidade às artes cénicas locais e conferir melhor qualidade ao trabalho desenvolvido pelos grupos e companhias de teatro daquele país.

Este ano, Angola vai estar representada no festival pelas companhias Enigma Teatro (Luanda) e Damba Maria (Benguela). Entre os convidados desta edição há também para destacar os grupos TX Theatre e Ladimash (África do Sul) e Plage e Klemente Tsamba (Portugal).

Ao longo da actividade estão ainda previstas a realização de seminários, debates e o lançamento de livros. O festival, de carácter anual e internacional, é organizado, desde 2004, pela Associação Cultural Girassol, com a participação de grupos nacionais e internacionais.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura