Sociedade

Mobilizados 800 agentes da polícia para o funeral de Nagrelha

JA Online

A Polícia Nacional mobilizou 800 agentes para assegurar o velório, cortejo e o funeral do kudurista "Nagrelha", que morreu na sexta-feira, cujo funeral está marcado na terça-feira no Cemitério da Santa Ana, em Luanda.

20/11/2022  Última atualização 20H50
© Fotografia por: DR | Arquivo

Gelson Caio Manuel Mendes, mais conhecido como "Nagrelha", morreu aos 36 anos em Luanda devido a um cancro no pulmão, no Complexo Hospitalar de Doenças Cardiovasculares D. Alexandre do Nascimento, onde se encontrava internado.

Segundo o vice-governador provincial de Luanda para o Sector Político e Social, Manuel Gonçalves, citado pela ANGOP, o funeral será antecedido por momentos de homenagens públicas, no Estádio da Cidadela. 

O corpo seguirá num cortejo a partir do município do Sambizanga, bairro onde o artista vivia e se notabilizou no grupo Os Lambas, celebrizando-se como o "Estado Maior” do kuduro.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade