Cultura

Missão Evangélica do Dondi na lista de Património Nacional

Estácio Camassete | Huambo

Jornalista

A Missão Evangélica do Dondi, localizada no município do Cachiungo, província do Huambo, foi, segunda-feira classificada como Património Cultural Nacional, durante a jornada de comemoração do 18 de Abril, Dia Mundial de Monumentos e Sítios, faltando apenas o acto de colocação da placa de identificação.

20/04/2022  Última atualização 11H05
Os Bakamas do Tchizo em Cabinda entrou para a lista do Património Nacional Imaterial © Fotografia por: Edições Novembro

Com esta conquista, a província do Huambo totaliza sete monumentos e sítios, que já gozam de protecção jurídica, como património nacional, nomeadamente a Ombala do Huambo, o Forte da Kissala, o Largo Doutor Agostinho Neto,  a Estação Arqueológica do Fety, todos no município do Huambo, as pedras do Kandumbo, no município da Chicala Cholohanga,  as pinturas rupestres das pedras de Kaniñguili, no município do Mungo, e agora a Missão Evangélica do Dondi, no município do Cachiungo.

Estão ainda em processo de reconhecimento a património cultural nacional, as missões católicas do Canhe e Kuando, as Evangélicas do Tchilume e Hanga, no Bailundo, a Missão Adventista do Sétimo Dia do Bongo, município do Longonjo, a Ombala e o monte Halavala do Bailundo, cujo processo já foi encaminhado para o Ministério da Cultura, Tu-rismo e Ambiente para o reconhecimento.

Várias equipas de especialistas da Direcção Provincial da Cultura no Huambo já se deslocaram por algumas vezes à estes locais para a recolha de dados históricos, tendo o trabalho da competência da Direcção Provincial  sido já concluído.

Ao total, a província tem cerca de 123 monumentos históricos controlados, pelo que o chefe do Departamento do Património em exercícios, Zeferino Sindikile, pede que as pessoas preservassem estes bens públicos, pois alguns deles retratam vários aspectos históricos da província e do país, em geral.

O responsável pediu, igualmente, aos empresários locais no sentido de investir nas proximidades destes patrimónios, para a promoção do turismo e diversificar a economia nacional, uma vez que os locais servem ainda para atracção dos estudantes, com finalidade de investigação científica, devido à especificidade de cada local.

No âmbito das celebrações do Dia dos Monumentos e Sítios, oito outros monumentos e sítios foram classificados como património cultural material e património material nacional, nomeadamente  os Bakamas em Cabinda, Igreja Evangélica do Camundongo (Bié), Igreja Matriz do Waku Kungo, as Grutas de Nzau Evua (Zaire), Igreja Metodista Unida Maria Madalena (Luanda), Palácio do Comércio (Benguela), Teka dya Nguinda (Malanje), Cine Estúdio de Moçâmedes e as pinturas das estações rupestres de Carandiru (Namibe).

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura